Bope afasta 14 agentes investigados pelo sumiço de Amarildo

Foto: Salvador Scofano/GERJ
Facebook
VKontakte
share_fav

O Batalhão de Operações Especiais (Bope), espécie de tropa de elite da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, afastou de suas funções 14 policiais investigados no sumiço do pedreiro Amarildo de Souza na favela da Rocinha, em julho de 2013. Os nomes dos oficiais não foram divulgados.

Um relatório feito pela Divisão de Evidências Digitais e Tecnológicas do Ministério Público, a partir das câmeras instaladas nas imediações da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, mostra uma movimentação dos agentes do Bope que contraria os depoimentos do major Edson Santos, ex-chefe da unidade e um dos 25 réus do processo.

ver Brasil Post - Blog