ONU vê indícios de que Hamas e Israel cometeram crime de guerra

Facebook
VKontakte
share_fav

Um relatório das Nações Unidas elaborado por uma comissão independente apresentado nesta segunda-feira acusou Israel e os grupos armados palestinos encabeçados pelo Hamas de cometerem ações durante a Operação Limite Protetor, de 2014, que, em alguns casos, têm indícios de crimes de guerra. O Conselho de Direitos Humanos da ONU encarregou a um grupo de investigadores dirigido pela juíza norte-americana Mary McGowan Davis uma análise sobre o conflito que durou 51 dias e deixou mortos 2.251 palestinos (1.462 deles civis, um terço crianças, segundo a ONU) e 67 soldados e 6 civis israelenses .

Seguir leyendo.

ver El País