The Monsanto Years: disco de protesto de Neil Young é divulgado; ouça

Facebook
VKontakte
share_fav

Todas as faixas de The Monsanto Years, o novo disco de Neil Young, gravado com o grupo Promise Of The Real, já estão disponíveis para serem ouvidas na internet, pelo site da National Public Radio. O álbum estará à venda em CD, iTunes e PonoMusic no dia 29 de junho.

Rolling Stone elegeu os 100 maiores guitarristas de todos os tempos: veja a lista.

O trabalho feito ao lado de Lukas e Micah Nelson, integrantes da Promise Of The Real e filhos de outra lenda do folk, Willie Nelson, é um manifesto contra a multinacional da agricultura Monsanto, criticada pela produção de sementes geneticamente modificadas, motivo de polêmica por possíveis impactos à saúde e à economia.

Ouça:

Ao longo das nove faixas ainda sobram ataques à rede de cafeterias Starbucks (“Rock Star Bucks A Coffee Shop”), contra quem Young convocou um boicote por parceria da empresa com a Monsanto, ao descaso com a natureza e à ganância das grandes empresas em geral.

Willie Nelson explica por quais motivos você deveria comprar a maconha que ele produz.

"Too big to fail, Too rich for jail (grande demais para falir, rico demais para ser preso”, trecho de “Big Box”, é um dos recados ainda muito atuais para os norte-americanos, que recém enfrentaram uma crise da qual a elite financeira teria sido preservada em detrimento da maioria da população, história que conduz as letras do disco.

A presença de Young e o sangue de Willie na veia dos irmãos Nelson garante folk rock de qualidade ao álbum, o terceiro do incansável Neil Young, de 69 anos, desde abril de 2014. No ano passado, o músico imortalizado por Harvest, After the Gold Rush, Everybody Knows This Is Nowhere, entre outras obras, gravou uma série de covers em A Letter Home, além de Storytone.

Veja a lista das canções de The Monsanto Years:

New Day For Love
Wolf Moon
People Want To Hear About Love
Big Box
Rock Star Bucks A Coffee Shop
Workin' Man
Rules Of Change
Monsanto Years
If I Don't Know

Sobre o disco:

Young e os Nelson gravaram The Monsanto Years no teatro Teatro em Oxnard, na Califórnia, Estados Unidos, mesmo local em que Willie Nelson gravou o disco Teatro, de 1998. Durante a primeira semana, entretanto, apenas Lukas, Micah e o produtor e engenheiro de som de Neil Young (de longa data) John Hanlon estavam em estúdio.

Relembre grandes momentos do Woodstock, que completa 45 anos este fim de semana; como o show do CSNY.

Trabalhando em músicas inacabadas feitas por Young, Micah lembrou à Rolling Stone EUA das instruções de Hanlon, que se refere aos improvisos: “Não aprendam muito as canções... Vocês devem querer conseguir fazer todas as merdas corretas”.

Arcade Fire fez cover de Neil Young em show no Canadá; assista.

Quando Young chegou, as sessões foram da mesma maneira espontâneas, com a banda se organizando como se eles estivessem em um palco, e não no estúdio. “Aquilo possibilitou o imediatismo que deixou tudo muito divertido, fluindo e constantemente inspirador”, disse Micah. “Não havia muito de sentar e tentar descobrir o que fazer. Era meio que tipo: ‘Vai, vai, vai’ e capture isso.”

ver Rolling Stone Brasil