Datafolha: Bolsonaro tem 56% dos votos válidos; Haddad, tem 44%

Facebook
VKontakte
share_fav

Pesquisa de intenção de voto mostra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) à frente de Fernando Haddad (PT) na disputa pela Presidência da República. O militar tem 56% dos votos válidos. Já o petista conta com 44%. A distância de 1 para o outro é de 12 pontos percentuais.


Eis os resultados:

Nos votos totais –que contabilizam votos brancos, nulos e indecisos– Bolsonaro tem 48% e Haddad fica com 38%. Os votos brancos e nulos somam 8%. Os indecisos, 6%.

Eis os resultados:

A pesquisa Datafolha foi contratada pelo jornal Folha de S. Paulo e pela TV Globo. Foram entrevistados 9.184 eleitores de 24 a 25 de outubro em 341 municípios do país. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%.

O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o código BR-05743/2018.

POTENCIAL DE VOTO

A pesquisa também mostrou o potencial de voto dos candidatos. Fernando Haddad é o que tem o maior percentual de rejeição: 52% não votariam nele de jeito nenhum frente a 44% que não votariam em Bolsonaro.

Entre os eleitores mais convictos, 46% votariam com certeza no militar e 37% no petista.

Eis os resultados:

DECISÃO DE VOTO

A pesquisa mostrou ainda o grau de decisão do voto dos eleitores: 94% estão totalmente decididos em votar em Bolsonaro e 91% em Haddad.

Dos eleitores do militar, 6% ainda podem mudar o voto. Entre os eleitores do petista, 9% podem mudar.

Eis os resultados:

NÚMERO NA URNA

O Datafolha ainda mostrou o nível de conhecimento dos eleitores sobre o número dos candidatos na urna.

Entre os eleitores de Bolsonaro, 94% tem conhecimento do número, 5% não sabem e 1% falaram o número errado.

Entre os eleitores de Haddad, 93% sabem o número do petista, 6% não sabem e 1% mencionaram o número errado.

Eis os resultados:

ver Blog do Fernando Rodrigues
#pesquisas
#pesquisas eleitorais
#2 turno
#intenção de votos
#pesquisa datafolha
#tse
#psl
#tribunal superior eleitoral
#tv globo
#datafolha
#eleições
#jair bolsonaro
#fernando haddad
#votos válidos