3 passos para defender seu projeto quando ninguém acredita

Photo of 3 passos para defender seu projeto quando ninguém acredita
Facebook
VKontakte
share_fav

Ao longo de 18 anos na vida corporativa, apresentei muitas ideias novas sobre possíveis programas, produtos e serviços, bem como novas estratégias de marketing que pareciam promissoras. Alguns projetos foram recebidos com entusiasmo e avançaram, enquanto outros caíram em ouvidos surdos. E várias dessas novas iniciativas tiveram grande sucesso, o que gerou muito dinheiro e um sólido retorno do investimento feito. Mas outros nunca conseguiram a tração, o apoio ou o capital que precisavam para decolar. Claro, é preciso admitir: algumas ideais eram simplesmente ruins.

VEJA TAMBÉM: 3 equívocos comuns sobre gerenciamento de projetos

Em minha vida empresarial, houve momentos em que acreditava tanto em algumas ideias ao ponto de pensar que nada me impediu de as colocar em prática. Nenhum feedback negativo meu levou a desistir, mesmo quando não havia suporte necessário para seguir.

Uma dessas experiências foi há 11 anos, quando comecei a escrever meu primeiro livro “Breakdown, Breakthrough” (“Demolir, Avançar”, em tradução livre), que explora as descobertas do meu estudo de um ano sobre as 12 crises “ocultas” que as mulheres enfrentam hoje no trabalho. Esses conflitos são extremamente dolorosos, debilitantes e confusos, mas surpreendentemente comuns. Minha pesquisa quantitativa mostrou que sete de cada 10 funcionárias passavam por pelo menos um dos 12 impasses e, em média, tinham três desses desafios ao mesmo tempo.

Depois de entrevistar mais de 100 profissionais em todo o país sobre as crises, senti que as descobertas e novas estratégias e soluções que poderiam resolvê-las eram de vital importância para as mulheres. Eu publicaria o livro de qualquer maneira. Apesar de 10 agentes o recusarem e oferecerem feedbacks negativos, que eu senti estarem errados (como “escreva sobre mulheres celebridades, e o livro vai vender”), perseverei da maneira que acreditava ser necessário e não aceitei as recusas.

Na mesma época, graças a um amigo que me apresentou a um colega que havia publicado um livro com um editor forte no segmento de liderança, lancei minha ideia, e me foi dada uma chance, sem apoio de agenciamento. Meu projeto pelo qual nutria paixão se tornou um sonho, e o livro foi publicado em setembro de 2008.

E AINDA: 5 ideias estranhas que irão torná-lo mais criativo

Hoje, 10 anos depois, experimento o mesmo tipo de resistência a um novo projeto e, mais uma vez, não vou desistir.

Mas como saber quando devemos aceitar o feedback negativo que recebemos e fazer algo diferente ou simplesmente abandonar a ideia?

Ao trabalhar com muitas profissionais que têm projetos inovadores e poderosos, descobri que há três etapas úteis a serem seguidas quando sua ideia enfrenta uma forte resistência de “especialistas” no mercado, como sendo algo que não tem mérito ou potencial de lucro.

Veja na galeria de fotos a seguir, três passos para defender seu projeto, mesmo quando ninguém acredita nele:

iStock iStock iStock

O post 3 passos para defender seu projeto quando ninguém acredita apareceu primeiro em Forbes Brasil.

ver Forbes Brasil
#carreira
#resistência
#programas
#marketing
#investimento
#tempo
#celebridades
#sucesso
#foco
#capacidade
#amigo
#avaliação
#vida
#futuro
#livro
#série
#modelos
#corporativo
#empresarial
#sonho
#mérito
#crítica
#passado
#financeiro
#meta
#agente
#capital
#feedback
#produtos
#mudanças
#defesa
#liderança
#pais
#retorno
#verdade
#ideia
#pensamento
#feminina
#saudável
#descoberta
#passos
#recusa
#suporte
#negativo
#equilíbrio
#etapas
#valor
#experiência
#paixão
#recompensa
#conhecimento
#empreendimento
#adaptação
#parceiros
#perspectiva
#desistência
#importância
#especialista
#prática
#flexibilidade
#prioridade
#editor
#emoção
#soluções
#intelectuais
#modificações
#desafios
#estratégias
#chance
#personalidade
#colega
#classe
#apoiadores
#apoio
#trabalhadoras
#estruturas
#insights
#leal
#bem-sucedido
#conflitos
#crise
#propósito
#apego
#iniciativas
#projeto
#estudo
#realização
#dinheiro
#serviços
#energia
#mulheres
#entrevista
#negócios
#disposição
#funcionárias
#promissor
#perseverança
#possibilidades
#prejudicial