Horário eleitoral na TV teve audiência média de 24 mi de pessoas no 1º turno

Facebook
VKontakte
share_fav

O sucesso de Jair Bolsonaro (PSL) e o fracasso de Geraldo Alckmin (PSDB) no 1º turno rotularam a campanha presidencial como a das redes sociais, em detrimento de meios mais tradicionais. Mas a audiência da propaganda eleitoral ficou longe de ser desprezível.

Segundo dados da Kantar Ibope Media, a audiência média dos programas eleitorais no 1º turno foi de 35 pontos. Isso significa que quase 24,2 milhões de pessoas em média por dia assistiram às propagandas dos candidatos na parte da tarde e da noite.


Eis a média semanal da audiência da TV aberta no 1º turno.

O alcance do horário eleitoral não ajudou os candidatos que detinham grande tempo de TV. Geraldo Alckmin (PSDB) tinha 44% do horário, mas isso não se traduziu em votação expressiva.

Jair Bolsonaro (PSL) tinha 8 segundos na TV, mas liderou a eleição no 1º turno. O voto de Bolsonaro se consolidou nas redes sociais. Em outras ocasiões, o postulante ter maior tempo na televisão era determinante para vencer ou ir ao 2º turno.

No entanto, apesar da força das redes, a TV ainda é 1 elemento importante na formação de convicções eleitorado. Fernando Haddad, que está no 2º turno, começou a crescer nas pesquisas justamente quando apareceu na TV como candidato do PT e de Lula.

Já a rejeição a Bolsonaro aumentou durante no período em que uma campanha negativa contra ele foi veiculada pelo PSDB. Alckmin fez duras críticas ao discurso pró-armamento do deputado. Em outros programas, o candidato do PSL foi comparado ao ex-presidente venezuelano Hugo Chávez. “Votar em alguém só porque é militar deu ruim na Venezuela. Vai dar ruim no Brasil”, dizia trecho de uma das peças veiculadas. Nesse caso, o latifúndio de Alckmin funcionou.

Custo do horário eleitoral

O tempo reservado no rádio e na televisão à propaganda dos candidatos deverá custar aos cofres públicos R$ 1,038 bilhão em 2018. Em 4 anos, o ciclo eleitoral gerou perda de arrecadação de R$ 2,216 bilhões, segundo dados da Receita Federal. O governo estima, ainda, no Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2019, que o gasto será de R$ 383 milhões no ano que vem.

ver Blog do Fernando Rodrigues
#horário eleitoral
#mídia
#propaganda eleitoral
#kantar ibope media
#eleições
#kantar ibope
#propaganda na tv