Suspeito de ser o principal operador do Hezbollah na Tríplice Fronteira é preso em Foz do Iguaçu

Photo of Suspeito de ser o principal operador do Hezbollah na Tríplice Fronteira é preso em Foz do Iguaçu
Facebook
VKontakte
share_fav

O libanês teria laços com Hassan Nasrallah e Hussein Fadlallah (morto em 2010), respectivamente secretário-geral e principal guia espiritual do Hezbollah, grupo do qual se dizia "apenas um simpatizante". O ministro do Interior paraguaio, Juan Ernesto Villamayor, comemorou a captura, e destacou que seu país havia sido o responsável por emitir a ordem de prisão contra o libanês por uso de um passaporte de nacionalidade paraguaia falsificado. Ele mora em Foz desde 1987, e veio para a América do Sul no início dos anos de 1980, fugindo da guerra civil que tomou conta de sua terra natal. Barakat tem ao menos três filhos de nacionalidade brasileira, e já havia sido preso em 2001 no Brasil pelos crimes de associação ilícita, sonegação de impostos e instigação ao crime. Posteriormente o libanês foi extraditado para o Paraguai, onde cumpriu pena até 2009. Desde então seu paradeiro era desconhecido das autoridades.

ver El País
#paraná
#grupos terroristas
#paraguai
#foz do iguaçu
#hezbolá
#partidos islamistas
#terrorismo
#argentina
#partidos políticos
#américa
#américa do sul
#brasil
#américa latina
#política