Review: LG OLED C8, uma das melhores Smart TVs disponíveis no Brasil

Photo of Review: LG OLED C8, uma das melhores Smart TVs disponíveis no Brasil
Facebook
VKontakte
share_fav

A Smart TV LG OLED C8 é um dos mais belos e finos modelos do mercado, graças às vantagens da espessura ultrafina dos painéis com tecnologia OLED, da alta fidelidade de imagem em resolução 4K e da sofisticação traduzida em um design livre de fios e bordas, com detalhes em metal e vidro.

Disponível nos tamanhos 55, 65 e 77 polegadas, ela ganhou a análise completa do Showmetech. Confira a seguir:

Design

smart TV LG OLED C8
A TV LG OLED C8 é a peça central de qualquer ambiente

Com um acabamento de alta qualidade em metal e vidro, a LG OLED C8 é um modelo de Smart TV com design ultrafino, caracterizado especialmente pelo seu painel OLED que valoriza a decoração do ambiente.

O modelo é impressionantemente fino, com bordas laterais mínimas e espessura de tela que chega a ser mais fina do que um smartphone atual.

Visão lateral da LG OLED C8 com seu design ultrafino.

O modelo tem quatro portas HDMI (com suporte ARC) e três entradas USB, garatindo assim que não faltem conexões para home theaters, consoles de videogame e demais aparelhos. Além delas, uma entrada LAN e suporte para conexões WiFi integrado, para conectar a smart TV à internet. Para finalizar, há uma saída de áudio óptica, para ser usufruída pelos amantes de áudio.

Tela

O painel OLED é simplesmente surpreendente.

O painel OLED, vastamente utilizado pela LG em seus produtos do segmento high-end, conta com telas de 55, 65 ou 77 polegadas e resolução 4K UHD, que se traduz em 3840 x 2160 pixels.

A tecnologia OLED garante, além de cores vibrantes e bem representadas, os famosos tons de preto característicos do painel. Isso acontece porque, diferente de outras tecnologias disponíveis no mercado, nos painéis OLED não é necessária a iluminação traseira do painel – o backlighting – e cada pixel ou ponto da tela pode ser desligado individualmente.

Assim, o preto máximo é representado por um pixel desligado, garantindo um resultado incomparável em tons e contraste e dando adeus aos pretos acinzentados e clareados por painéis de luz traseiros.

Além das vantagens do OLED, o modelo conta com suporte para padrões como o HDR 10 Pro.

Item obrigatório em uma Smart TV deste porte, a tecnologia HDR também está presente sob o nome LG 4K Cinema HDR. Na prática, o que vemos é o efeito HDR com suporte para formatos como: HDR10 Pro, HLG Pro e Dolby Vision. Para saber mais sobre o Alto Alcance Dinâmico, leia nosso artigo que explica a importância do HDR em TVs.

Um toque de inteligência artificial

Outro aspectos interessantes do modelo estão relacionados à aplicação prática de conceitos de inteligência artificial às TVs, que a LG chama de ThinQ. Entre eles, estão o novo recurso de Mapeamento Dinâmico de Tons, que, como o nome sugere, adiciona um “toque extra” ao HDR de maneira dinâmica e sem prejudicar o funcionamento da transmissão de sinal dos demais formatos usados pela tecnologia.

Processador Alpha 9 traz imagens ainda mais caprichadas às novas Smart TVs da LG.

Essas novidades em inteligência artificial são possíveis graças ao novo processador Alpha 9, que reduz o ruído das imagens em quatro etapas, sendo duas vezes mais preciso que o de TVs concorrentes, segundo a própria LG.

O chip realmente brilha quando se trata de imagens em movimento. Estamos falando do suporte a HFR (Alta Taxa de Quadros), que permite reproduzir imagens em até 120 quadros por segundo de maneira bastante nítida. Mas atenção: nem todo conteúdo funciona bem com o recurso ativado, e ele só funciona em aplicativos pré-instalados na Smart TV.

Por fim, temos boas notícias aos gamers de plantão. Nos testes feitos com a LG OLED C8, que não é vendida propriamente como uma Smart TV para jogos, foi possível notar que ela possui pouquíssimo atraso (input lag) entre o registro do pressionamento de botões e a informação que aparece em tela, o que a torna ideal para jogatinas.

Vale mencionar que a TV também se adapta bem aos vários tipos de resoluções, fazendo um trabalho de upscalling (melhoria ou aproximação de qualidade, em tradução livre) excepcional de conteúdos de resoluções abaixo da 4K.

Áudio

Não há muito espaço para alto-falantes aqui.

Apesar de não possuir um caixas de som integradas como vimos na TCL C2US, a LG OLED C8 entrega um bom volume de som. A definição de áudio de uma Smart TV não substitui um sistema de som, é claro, mas os resultados oferecidos pela LG OLED C8 são satisfatórios.

Em parte, isso se deve ao suporte para o padrão Dolby Atmos, tecnologia de propriedade da Dolby, que busca reproduzir de maneira realística o som do movimento de objetos em um ambiente totalmente tridimensional. Assim, é possível ter uma maior imersão e uma maior sensação de profundidade, dentro dos limites dos alto-falantes de 40 W.

Também é possível sincronizar seu smartphone ou tablet com a LG OLED C8 através do Bluetooth para reproduzir suas músicas. Recurso que, embora não seja surpreendente, segue extremamente útil.

Sistema operacional WebOS 4.0

WebOS 4.0, o sistema operacional da LG, mostra maturidade.

Se tem um aspecto que funciona bem em todas as Smart TVs da LG é o sistema operacional WebOS. Extremamente fluido e elegante, o WebOS permite navegar entre os mais diversos aplicativos carregando rapidamente e sem travar.

Com a LG OLED C8 é possível ir um pouco além, já que nela encontramos o WebOS 4.0, versão mais recente do sistema operacional, que apresenta diversas melhorias e facilidades em conectividade com outros equipamentos inteligentes da casa, incluindo o próprio ecossistema ThinQ da LG.

Em outras palavras, a Smart TV funciona como uma central para quem tem outros produtos da LG. Através de comandos de voz, o usuário consegue acionar a casa inteira através da inteligência artificial, fazendo com que o televisor execute certos aplicativos ou conteúdos na própria TV, por exemplo.

Ainda que seja imaturo, o ThinQ impressiona por reconhecer comandos de voz mais naturais e espontâneos. Um dos motivos que corroboram para tal desempenho é a presença do recurso de Processamento de Linguagem Natural, que já está presente no Brasil.

Dessa forma, para assistir uma série na Netflix, por exemplo, o usuário precisa apenas pressionar o botão de microfone do controle, falar “Pesquisar ‘Stranger Things’ na Netflix” e aguardar. Ou, caso prefira, também é possível pedir para que a LG OLED C8 se desligue automaticamente após o encerramento de determinado programa.

Controle Smart Magic funciona como um mouse ou pointer na tela.

Como se não bastasse tudo isso, a fabricante também faz o favor de incluir o controle remoto Smart Magic. Compatível com basicamente todas as Smart TVs recentes da LG, o controle age como uma espécie de mouse ou pointer (há inclusive um scroll para rolar páginas) que o usuário controla através de movimentos. Aqui, o recurso é realmente funcional e casa bem com a proposta do WebOS, que também pode ser controlado através de botões convencionais.

Especificações técnicas da LG OLED C8

Abaixo, você confere as principais especificações técnicas da Smart TV LG OLED C8 4K:

Nome: LG OLED C8 4K
Modelos: 55 polegadas: OLED55C8PLA

65 polegadas: OLED65C8PLA

77 polegadas: OLED77C8LLA

Display: Painel OLED de 65″ de resolução 4K (3840 x 2160 pixels)
Processador: Processador Alpha 9
Sistema: Sistema Operacional WebOS 4.0
Entradas/Saídas: 4 x Entradas HDMI;
3 x Entradas USB;
1 x Entrada RF para TV aberta;
1 x Entrada RF para TV a cabo;
1 x Entrada AV/Vídeo componente;
1 x Saída digital óptica;
1 x Saída para fones de ouvido (P2);
1 x Entrada LAN (RJ45);
Taxa de Atualização: 120 Hz (refresh rate)
Tempo de Resposta: 1 ms
Controle Remoto Smart Magic: sim, do tipo pointer
Potência dos alto-falantes: 40 W
Padrões de som: Dolby Atmos
Padrões de vídeo: HDR10 Pro, HLG Pro e Dolby Vision
WiFi integrado: Sim
Bluetooth: Bluetooth 4.2
Dimensões (com base): 144,9 cm (L) x 88,1 cm (A) x 23 cm (P);
Peso (com base): 25,4 kg

Conclusão

Será que a LG OLED C8 vale a pena?

A Smart TV LG OLED 4K é talvez a melhor smart TV já avaliada pelo Showmetech até o momento. O sistema WebOS, em sua versão mais recente, faz com que recursos sejam acessados de forma facilitada e controlados com maestria pelo controle remoto no estilo pointer.

A tecnologia OLED se mostra vencedora em diversos aspectos de qualidade de imagem, em especial à intensidade das cores e pureza dos tons pretos. O design ultra fino é uma das especialidades da LG, só obtido graças ao uso do painel OLED, que faz do modelo um dos mais belos a venda no Brasil.

No momento, encontramos disponível no Brasil somente o modelo de 65″, que é vendido por R$ 18.999,00. O alto preço é justificado pela qualidade de imagem – uma das melhores encontradas em modelos no Brasil -, pela fácil usabilidade do WebOS 4.0 no dia a dia e também pelo design premium ultrafino do produto. Em outras palavras, é um sonho de Smart TV, com preço alto, mas compatível.

ver Showmetech
#reviews
#smart tvs
#dolby atmos
#smart tv
#webos
#hdr
#alta definição
#dolby vision
#qualidade de imagem
#televisores
#resolução 4k
#thinq
#hlg pro
#processador alpha 9
#televisão
#painel oled