Ela teve câncer de pele e precisou amputar parte do dedo por roer unhas

Facebook
VKontakte
share_fav

A britânica Courtney Whithorn, de 20 anos, foi diagnosticada com um câncer de pele e precisou amputar parte do polegar depois de arrancar a unha desse dedo por inteiro com os dentes. O caso da garota é raro e divide a opinião dos médicos, mas tudo indica que o hábito de roer unhas tenha ajudado o câncer a se desenvolver.

Courtney começou a roer as unhas no ensino médio e fazia isso de madeira compulsiva por conta da ansiedade. Em 2014, ela arrancou a unha do polegar por inteiro. Depois disso, a unha passou a nascer escura e, envergonhada, a garota escondeu isso da família e dos amigos, usando unhas postiças.

“Eu andava constantemente com a mão fechada, pois não queria que ninguém visse – nem mesmo os meus pais. Fiquei bem assustada quando a minha pele começou a ficar preta, então mostrei a eles pela primeira vez esse ano”, disse Courtney ao Daily Mail (Atenção: esse link contém imagens fortes das lesões)

Com isso, a garota finalmente marcou uma consulta médica e foi diagnosticada com um câncer de pele raro, chamado de melanoma subungueal lentiginoso acral. Courtney passou por três cirurgias para tentar remover o tecido afetado, mas acabou tendo que amputar a ponta do polegar.

“Quando você pensa na quantidade de jovens que roem unha é louco pensar que pode levar a isso”, alerta ela.

ver M de Mulher
#unhas
#câncer de pele
#doenças raras
#saúde