Morre bilionário dono do Orlando Magic

Photo of Morre bilionário dono do Orlando Magic
Facebook
VKontakte
share_fav
Morre bilionário dono do Orlando Magic  - GettyImages
Patrimônio líquido do empresário girou em torno de US$ 5,5 bilhões até o momento de sua morte.

Richard DeVos, cofundador da gigante de vendas diretas Amway e dono do Orlando Magic, morreu ontem (6). Segundo comunicado divulgado pelo time de basquete da NBA, DeVos, que tinha 92 anos, faleceu em sua casa em Ada, Michigan, devido a complicações provocadas por uma infecção. A FORBES estima que seu patrimônio líquido tenha sido de US$ 5,5 bilhões até o momento de sua morte.

VEJA TAMBÉM: Premiado roteirista Neil Simon morre aos 91 anos

“A positividade de DeVos foi uma força constante e motivadora que inspirou muitos outros a fazerem mudanças significativas em suas próprias vidas e comunidades”, disse a família do bilionário em comunicado. “Ele era um líder visionário, criador, motivador e campeão para pessoas de todas as classes sociais.”

DeVos serviu na Segunda Guerra Mundial e, em seguida, tornou-se distribuidor da empresa de vitaminas Nutrilite ao lado de seu amigo do colegial, Jay Van Andel – falecido em 2004. Em 1959, os dois se uniram e lançaram a Amway (abreviação de “American way”) em suas próprias casas em Michigan com um único produto: um limpador multiuso chamado L.O.C. Agora, a Anyway, a maior empresa de vendas diretas do mundo, possui mais de 450 produtos e receita anual de US$ 8,6 bilhões.

Ao contar para a FORBES sua história em 1991, DeVos reconheceu o fenômeno de marketing que ele e Van Andel criaram. “A Amway é mais do que apenas uma empresa, é um movimento para ajudar as pessoas a se ajudarem”, disse o bilionário. “Ninguém jamais viajou pela estrada percorrida por nós.”

Mas o negócio também enfrentou críticas por suas práticas de marketing multinível por décadas, com alguns comparando a Amway a esquemas de pirâmide que incentivam os vendedores a inscrever mais vendedores do que vender mercadorias. O próprio DeVos derrubou essa ideia em 1975, dizendo à FORBES: “Essas empresas falsas e sem um produto final vendem apenas papel. Nós realmente vendemos uma mercadoria”.

E AINDA: Morre Otávio Frias Filho, diretor de redação da Folha

DeVos foi presidente da Amway por três décadas antes de entregar as rédeas ao seu filho, Dick – marido de Betsy DeVos, atual Secretária de Educação dos Estados Unidos – em 2002. Atualmente, a empresa é administrada pela terceira geração da família, Doug DeVos e Steve Van Andel, filho do cofundador Jay Van Andel.

Através da escritório da família, RDV Corp., Richard DeVos adquiriu o Orlando Magic em 1991, além de vários outros investimentos, incluindo um resort nas Bahamas e uma arena esportiva na Flórida.

Um grande filantropo, DeVos e sua família doaram mais de US$ 1 bilhão para caridade, focando grande parte de seu apoio em serviços humanos, educação, saúde e artes. O bilionário também era ativo na política e foi presidente de finanças do Comitê Nacional Republicano e fez parte da comissão de Ronald Reagan para AIDS. Segundo o comunicado, ele teve os presidentes Ford, Clinton e os dois Bushes como amigos pessoais.

O post Morre bilionário dono do Orlando Magic apareceu primeiro em Forbes Brasil.

ver Forbes Brasil
#empresa
#segunda guerra mundial
#marketing
#bilionário
#nba
#doação
#obituário
#comitê
#família
#resort
#falecimento
#aids
#produto
#esquema
#negócio
#patrimônio
#caridade
#escritório
#líder
#michigan
#forbes
#flórida
#clinton
#geração
#comunicado
#infecção
#basquete
#marketing multinível
#bahamas
#vendedores
#cofundador
#pirâmide
#visionário
#orlando magic
#presidente
#patrimônio líquido
#comissão
#receita
#time
#ada
#investimentos
#artes
#mercadoria
#bush
#morte
#colunas
#finanças
#ford
#saúde
#comitê nacional republicano
#estados unidos
#educação
#política
#eua
#filantropo
#proprietário
#receita anual
#serviços humanos