PT troca propaganda e cobra que lei seja cumprida sem perseguição política

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Eleições
Patricia Faermann

Foto: Reprodução
Jornal GGN - Após as alegações de que o programa do PT no horário eleitoral de rádio e televisão indicava a participação de Lula nas eleições 2018, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tomou três decisões, obrigando o partido a suspender imediatamente a veiculação. O PT disse que já "cumpriu a lei", alterando as propagandas, e cobrou que a lei "seja cumprida sem perseguição política".
As duas primeiras foram tomadas pelos ministros Luis Felipe Salomão e Carlos Horbach, do TSE, que proibiram a veiculação de programas do partido na TV e no rádio com o teor semelhante ao que indicava que o ex-presidente Lula ainda estava dentro da disputa eleitoral.
No início desta segunda (03), Horbach alegava que a propaganda que exibia Luis Inácio Lula da Silva no último sábado (01) o tratava como candidato à Presidência, apesar de não haver a menção direta e explícita a isso.
Imagens para texto

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#horário eleitoral
#patricia faermann
#decisão
#processo
#rádio
#candidato
#propaganda
#programa
#emissoras
#rádio e televisão
#tse
#eleições
#lula
#política