Facebook é forçado a retirar da App Store aplicativo que espionava usuários

Photo of Facebook é forçado a retirar da App Store aplicativo que espionava usuários
Facebook
VKontakte
share_fav

Se tem uma empresa que gosta de uma polêmica é o Facebook. E ela se meteu em mais uma nesta semana, .

Lá em 2013, o Facebook adquiriu a Onavo e passou a oferecer um serviço de VPN a fim de manter os seus dados seguros enquanto você navegava pela internet, bloqueando sites potencialmente perigosos e protegendo as suas informações pessoais. Por que lançar algo assim de graça para usuários? Simples: os dados coletados pela VPN (e não apenas o que você faz na web, mas nos apps do seu smartphone também) são repassados para a rede social para que ela fique por dento de tudo que você faz.

A Onavo coleta seu tráfego de dados móveis […]. Como fazemos parte do Facebook, também usamos essas informações para melhorar os produtos e serviços do Facebook, obter insights sobre os produtos e serviços que as pessoas valorizam e criar experiências melhores.

Com esses dados em mãos, o Facebook pode identificar tendências — por exemplo, o surgimento e novo app/serviço que possa vir a ameaçar o seu negócio e rapidamente fazer uma oferta de compra. De forma bastante justa, podemos dizer que se trata de um spyware, afinal, na descrição do app, ele diz que tem o intuito de proteger os seus dados quando na verdade está fazendo outra coisa. Um serviço assim não deveria estar disponível na App Store e, felizmente, a Apple resolveu tomar uma atitude.

Depois de ser baixado mais de 33 milhões de vezes, a Maçã pressionou o Facebook para que o app fosse retirado do ar. As discussões teriam se iniciado na semana passada e o Facebook concordou em retirar o Onavo de forma voluntária da loja.

Eis a declaração de um porta-voz da Apple:

Nós trabalhamos arduamente para proteger a privacidade do usuário e a segurança dos dados em todo o ecossistema da Apple. Com a atualização mais recente das nossas diretrizes, deixamos explicitamente claro que aplicativos não devem coletar informações sobre quais outros aplicativos estão instalados no dispositivo de um usuário para fins de análise ou publicidade/marketing, devem deixar claro quais dados do usuário serão coletados e como será usado.

E a do Facebook:

Sempre fomos claros quando as pessoas baixam o Onavo sobre as informações coletadas e como elas são usadas. Como desenvolvedor na plataforma da Apple, seguimos as regras que eles implementaram.

Obviamente, o serviço do Facebook infringe a diretriz da App Store de todas as formas possíveis. Podemos até mesmo considerar uma surpresa que o Onavo tenha durado esse tempo todo na loja da Maçã, isso sim.

Vale notar que, para quem já baixou/instalou, ele continuará funcionando numa boa. Ele apenas não receberá mais atualizações do Facebook já que não está mais disponível na App Store. No Android, porém, o Onavo continua disponível e não há sinais de que será removido do Google Play.

via ,

ver Mac Magazine
#app store
#loja
#privacidade
#espionagem
#informações
#regras
#vpn
#diretrizes
#coleta de dados
#facebook
#internet
#dados
#software
#apple