Cliente agride funcionária de revendedora da Apple na Tailândia

Photo of Cliente agride funcionária de revendedora da Apple na Tailândia
Facebook
VKontakte
share_fav

O atendimento ao cliente de algumas empresas ou lojas às vezes pode causar frustração em nós, consumidores, mas nunca, nunca pode gerar cenas absolutamente lamentáveis como essas vistas recentemente em Bangkok, na Tailândia.

Kritpan Kitjit, de 23 anos, chegou à revendedora/assistência autorizada da Apple Studio 7 clamando que o Face ID no seu iPhone X não funcionava. Após uma breve inspeção, a funcionária Saijai Trinech, de 30 anos, afirmou que não parecia haver nada de errado com o dispositivo, mas ela poderia mandá-lo para uma inspeção na própria Apple, o que levaria alguns dias; a troca imediata do aparelho, que era a vontade de Kitjit, foi negada.

Então, veio a fúria: o rapaz começou a gritar e tentou invadir o depósito da loja para, segundo o próprio, tirar uma foto do gerente e mandá-la a um conselho de proteção do consumidor. Trinech tentou impedi-lo e, no ato, foi atingida com um forte soco no rosto.

O terrível vídeo acima, que viralizou no Facebook após a postagem, mostra todo o acontecimento e os momentos seguintes, quando Kitjit continua gritando frases de efeito como “Não comprem o iPhone X!” enquanto outros funcionários cuidam da moça agredida.

O delinquente, então, foi detido pela polícia e obrigado a pagar uma multa de aproximadamente R$6.600 à funcionária agredida, que não prestou queixa. Ele emitiu ainda um pedido público de desculpas (punição comum nos países da Ásia), afirmando que “gostaria de pedir desculpas para a sociedade pela reação exagerada” e acrescentando que a agressão ocorreu “no calor do momento”.

Que coisa horrível, viu.

via Cult of Mac

ver Mac Magazine
#tailândia
#off-topic
#agressão
#cliente
#soco
#iphone x
#vídeo
#face id
#apple
#vídeos
#funcionária
#bangkok