1º Prêmio de Design Instituto Tomie Ohtake Leroy Merlin

Facebook
VKontakte
share_fav

Foram prorrogadas as inscrições do 1º Prêmio de Design Instituto Tomie Ohtake Leroy Merlin. A premiação, uma parceria entre a maior varejista de material de construção do país e uma das instituições mais renomadas em artes plásticas, receberá as inscrições até o dia 10 de agosto de 2018.

Estudantes universitários de qualquer área podem enviar projetos de design relacionados a produto, mobiliário, moda, interiores, paisagismo, web, gráfico, serviço, entre outros, sob o tema “Compartilhar”.

Com perfil ousado e bem diferente das usuais premiações de design, o Prêmio de Design Instituto Tomie Ohtake Leroy Merlin tem uma proposta inovadora: abdicando de categorias de premiação, o prêmio propõe a cada edição um tema-desafio. A partir desse tema, projetos poderão ser inscritos por universitários de qualquer área, não se restringindo somente a jovens designers.

A ideia é premiar propostas que destaquem e compreendam a relação do design com outros campos, como arquitetura, biologia, engenharia, moda, tecnologia e ciências sociais. Com esses pressupostos, o prêmio procura ressaltar que atualmente as propostas mais contundentes de design acontecem em diálogo com diferentes especialidades, instigando soluções inovadoras que possam responder a questões contemporâneas que discutam nosso cenário social, político, urbano, habitacional, além de novas demandas tecnológicas, novos equipamentos, publicações e mídias digitais.

“O tema proposto (Compartilhar) permite interpretação e leitura que vem ganhando diferentes ênfases no que tange a necessidade de uso de nossos espaços, sejam eles urbanos ou de menor escala; ao aproveitamento e reutilização de nossos recursos, em sinergia direta com programas de sustentabilidade; ao uso cada vez mais frequente de plataformas e softwares online que permeiam nosso cotidiano, dentre tantos outros exemplos”, afirma Priscyla Gomes, do Núcleo de Pesquisa e Curadoria do Instituto Tomie Ohtake.

As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pelo site do prêmio. Os 20 projetos finalistas receberão R$ 5.000,00 para execução do protótipo e ganham exposição no Instituto Tomie Ohtake, além de integrarem um catálogo impresso.

O júri de seleção é composto por Alexandre Salles, Cláudio Bueno, Jackson Araújo, Hugo França, Tereza Bettinardi, Priscyla Gomes e Zoy Anastassakis. Na data da abertura, serão anunciados os três vencedores contemplados com bolsas de estudo em cursos de design no exterior.

Podem se inscrever: estudantes universitários regularmente matriculados em cursos técnicos ou de nível superior; graduados há no máximo dois anos a contar do ano corrente; e coletivos em que todos os membros respondam às condições. Só serão aceitos os cursos reconhecidos ou autorizados pelo MEC. Estrangeiros também podem participar desde que residam no país há pelo menos dois anos.

ver Com Limão
#designer
#design de produto
#designers
#tomie ohtake
#design gráfico
#estudante
#leroy merlin
#prêmio
#sem categoria