Novo MacBook Pro não conta com porta para transferência de dados em caso de falha da placa lógica

Photo of Novo MacBook Pro não conta com porta para transferência de dados em caso de falha da placa lógica
Facebook
VKontakte
share_fav

Desde a geração anterior à atual, os MacBooks Pro contam com uma diferença crucial em relação a todos os modelos passados da linha (e a… bom, a maioria dos computadores): a unidade de armazenamento das máquinas é soldada à placa lógica — ou seja, qualquer reparo no computador que envolva a substituição da placa significa que você terá uma unidade de armazenamento totalmente nova quando o bichinho voltar da assistência.

À época, a mudança gerou algumas dúvidas: então se minha placa lógica falhar e eu não tiver um backup, meus dados foram para o saco? Para a geração anterior do MacBook Pro, a Apple solucionou esse problema com um conector escondido na placa — conector esse que era acessível somente pelas assistências técnicas autorizadas e, com o auxílio de um acessório especial, transferia os dados do SSD (caso ele ainda estivesse funcional, claro) para um MacBook Pro novinho em folha.

Agora, pelo visto, esse não é mais o caso.

No desmonte realizado pelo iFixit dos novos MacBooks Pro de 13″ e 15″, a firma detectou que o conector especial na placa lógica não estava mais presente nos novos modelos. O MacRumors, então, entrou em contato com algumas fontes dentro de Centros de Serviço Autorizados Apple e confirmou que as versões mais recentes da máquina não contam com suporte ao acessório de transferência de dados — em outras palavras, se a sua placa lógica falhar e você não tiver um backup, pode dar adeus aos seus arquivos.

Boa noite, doce príncipe

A única chance de recuperar seus dados é caso o MacBook Pro ainda esteja minimamente funcional a ponto de poder ser iniciado no modo Target Disk — nesse caso, o computador funciona como uma espécie de drive externo e você pode conectá-lo a outra máquina pela porta Thunderbolt 3 para transferir seus arquivos. Caso contrário, nada feito.

A Apple, obviamente, não comentou o caso — e, portanto, não é possível saber com certeza qual a razão da retirada. Especula-se, entretanto, que a mudança tenha a ver com a introdução do chip de segurança T2: o componente é responsável, entre outras coisas, pela criptografia dos dados presentes na unidade de armazenamento interno dos novos MacBooks Pro, por padrão. Portanto, um acessório externo, teoricamente, não poderia recuperar esses dados sem uma autenticação do próprio chip (que, no caso, estaria inoperante).

O MacRumors verificou também que a documentação interna para as lojas e CSAAs orienta técnicos e vendedores a incentivar os consumidores a sempre fazerem backup com o Time Machine — afinal, agora, essa é a única forma de ter seus dados salvos no caso de uma falha geral na máquina. O documento também diz que consumidores que não possam recuperar seus arquivos podem consultar empresas terceirizadas de recuperação de dados — mas ninguém especifica exatamente como elas poderiam ajudar.

Absurdo, inconveniente ou compreensível? Vocês que dizem.

ver Mac Magazine
#macbook pro
#mac
#ssd
#backup
#armazenamento
#arquivos
#placa lógica
#assistência
#porta
#macos x
#dados
#apple
#hardware