Crianças imigrantes relatam maus-tratos, frio intenso e humilhações em centros nos EUA

Photo of Crianças imigrantes relatam maus-tratos, frio intenso e humilhações em centros nos EUA
Facebook
VKontakte
share_fav

O mexicano Ángel A., de 13 anos, descreve como um “pesadelo”. No “canil”, como se refere a um centro de detenção de imigrantes em McAllen (Texas), ele foi separado de sua mãe, com quem havia entrado ilegalmente nos Estados Unidos. A cela em que passou seis dias em maio com outros menores indocumentados foi uma fonte constante de humilhação. Os seguranças diziam a ele e às outras crianças mexicanas que, por terem essa nacionalidade, deviam permanecer na parte mais fria da cela, embaixo do ar-condicionado. “Todos os dias, os guardas diziam às crianças em minha cela que seriam adotadas e que nunca mais veriam seus pais”, diz Ángel. Também as obrigavam a acordar no meio da noite, as que não acordavam eram sacudidas com força, mesmo crianças de cinco anos de idade. Ángel acabou se reunindo com sua mãe e, depois de um mês detidos em outro complexo, ambos foram libertados.

ver El País
#política migração
#demografia
#maioridade penal
#migrantes
#imigração irregular
#texas
#códigos legais
#regulamento jurídico
#migração
#código penal
#menores
#responsabilidade penal
#imigração
#legislação
#américa do norte
#américa
#justiça
#sociedade
#imigrantes
#estados unidos
#donald trump