Organizações de videogames reagem a definição de que o vício em games é uma doença mental

Facebook
VKontakte
share_fav
OMS declarou ontem que vício em games é doença mental

A polêmica decisão da Organização Mundial de Saúde (OMS) de tornar vício em games uma doença mental tornou a repercutir pela internet. Diversas organizações de videogames pelo mundo reagiram com uma declaração em conjunto.

A princípio, a declaração foi assinada por diversas organizações de todos os continentes, incluindo a União Brasileira de Vídeo e Games (UBV&G).

A declaração, em suma, pede à OMS que não se precipite com a inclusão do chamado “distúrbio gamer” no ICD-11, a classificação internacional de doenças. É pedido que sejam apresentadas mais provas para a conclusão de que o distúrbio realmente existe. É afirmado que as razões apresentadas são poucas e inconclusivas.

Segundo a definição do ICD-11, o distúrbio mental relacionado à videogames pode ser definido por três sintomas, sendo o primeiro deles a falta de interesse em outras atividades diárias e o aumento do tempo de jogo. Além disso, outro sinal seria a falta de controle do tempo que a pessoa passa jogando videogame. O último ponto citado é a pessoa continuar jogando sem parar, mesmo se o jogo causar consequência negativas.

Em conclusão, os sintomas apresentados pela OMS podem ser interpretados erroneamente por pais demasiadamente preocupados. A declaração das organizações mundiais de videogames pedem que a definição seja revisada e deixada mais clara. Do jeito que está, o sistema de saúde pode ser sobrecarregado por adultos preocupados que seus filhos tenham o distúrbio.

Afinal, quais suas opiniões sobre o assunto? Comentem!

O post Organizações de videogames reagem a definição de que o vício em games é uma doença mental apareceu primeiro em Combo Infinito.

ver Combo Infinito
#ps4
#xbox
#xbox one
#plataformas
#playstation
#nintendo
#android
#nintendo-switch
#apple ios
#doença
#notícia
#oms
#todas
#nintendo switch
#protesto
#xbox-one
#polemica
#internet
#mobile
#apple
#games
#notícias
#vicio-em-games