Compramos o Zelda na eShop brasileira do Nintendo Switch

Photo of Compramos o Zelda na eShop brasileira do Nintendo Switch
Facebook
VKontakte
share_fav

Ontem não só foi a estreia da Copa do Mundo, mas também o dia do lançamento oficial da eShop brasileira do Nintendo Switch, em uma mostra de que a empresa japonesa pode estar planejando uma volta oficial ao Brasil, depois de ter jogado a toalha alguns anos atrás, não sem antes dizer que o Wii U e o 3DS não poderiam ser fabricados por aqui.

Para testar como está funcionando o serviço, resolvi fazer uma compra de um jogo na eShop brasileira. O catálogo da loja nacional ainda é bem reduzido, e conta com poucos jogos, apenas os da própria Nintendo, mas apesar de ainda serem salgados, os preços em reais são equivalentes aos praticados lá fora.

Infelizmente é impossível acessar a eShop brazuca diretamente no Switch, você vai ter que apelar pro seu browser. Depois de escolher o jogo e finalizar a compra, a Nintendo manda um código para o email, aí é só entrar no Switch com este usuário, abrir a eShop e digitar o código. O jogo começa a ser baixado na mesma hora.

A experiência de comprar na loja brasileira foi boa, e na conversão, o jogo saiu até um pouquinho mais barato do que se tivesse sido comprado na eShop americana. No momento, a Nintendo está fazendo uma venda promocional lá fora em homenagem a E3 2018, com descontos em jogos como Zelda: Breath of the Wild, Super Mario Odissey e Splatoon 2, e a eShop nacional também está com os mesmos descontos.

Zelda por exemplo está saindo R$ 174,89 na loja brasileira, o que dependendo da cotação dá algo bem próximo aos US$ 44,99 na eShop americana, preço mais barato que você pode encontrar esse game em todas as lojas da Nintendo ao redor do mundo. Aliás, se você procura uma forma de comparar preços dos jogos do Switch, este site é muito útil para saber quais jogos estão em promoção em cada país, embora ainda não tenha a nossa eShop por lá.

Em entrevista para o IGN Brasil na E3, Bill van Zyll (diretor e gerente Geral da Nintendo para América Latina) não quis dar qualquer previsão para o lançamento do Switch por aqui, mas destacou como benefício para os clientes brasileiros a facilidade de pagamento em reais usando cartões de crédito nacionais de várias bandeiras, além de prometer adicionar outros meios de pagamento no futuro.

Fica aqui minha torcida para que a Nintendo volte de vez para o Brasil e comece a vender seus consoles por aqui o quanto antes, sem intermediários ou distribuidores.

O post Compramos o Zelda na eShop brasileira do Nintendo Switch apareceu primeiro em Meio Bit.

ver Meio Bit
#nintendo
#nintendo eshop
#mídia digital
#nintendo switch
#portáteis
#games