Apple abre API dos registros de saúde para desenvolvedores

Photo of Apple abre API dos registros de saúde para desenvolvedores
Facebook
VKontakte
share_fav

A Apple divulgou, após o término da keynote da WWDC18, uma nota anunciando que irá abrir a API1 dos registros do app Saúde para pesquisadores e desenvolvedores. O objetivo dessa ação é proporcionar aos usuários o gerenciamento mais preciso de informações acerca de medicamentos, dietas e doenças.

O recurso irá permitir que pacientes de mais de 500 hospitais e clínicas (inicialmente dos Estados Unidos, como sempre) acessem informações médicas de várias instituições diretamente do iPhone — bem como em todos dispositivos iOS.

É a primeira vez que os usuários poderão compartilhar os dados do histórico de saúde para app de terceiros; até então, em aplicativos como o MyTherapy, o usuário deveria inserir todas as informações manualmente.

Como sabemos, a Apple se importa de maneira ímpar com os dados dos seus usuários e reconhece a importância que as informações de saúde representam. Os dados do registro de saúde são, inclusive, criptografados no iPhone e protegidos pela senha do dispositivo.

Dessa forma, sempre que o usuário permitir o compartilhamento dessas informações com apps desenvolvidos, os dados serão transferidos diretamente do framework HealthKit para o aplicativo em questão; absolutamente nada será enviado aos servidores da Apple.

A Apple descreve que os apps, a partir da permissão do uso das informações do usuário, deverão cumprir com categorias fundamentais, entre eles:

  • Lembretes de medicação: um aplicativo de gerenciamento de medicação — chamado Medisafe [imagem acima] — se conectará ao histórico dos dados de saúde para que os usuários possam importar facilmente sua lista de prescrições de medicamentos do registro de saúde, criando rapidamente lembretes com horários das medicações e permitindo que o usuário receba informações relevantes sobre remédios.
  • Gerenciamento de doenças: um app voltado para o acompanhamento de diabetes, por exemplo, pode acessar os resultados laboratoriais do usuário a partir dos registros de saúde. Além disso, será fornecido o acesso aos detalhes de dieta e exercícios através da integração com o HealthKit, permitindo a criação de um quadro completo da saúde do usuário.
  • Pesquisa médica: os médicos podem integrar os dados do paciente em seus aplicativos de estudo do ResearchKit para obter uma visão mais completa do histórico de saúde de seus pacientes. Ademais, com a aprovação dos usuários, os pesquisadores podem acessar essas informações específicas do paciente para garantir uma pesquisa mais abrangente acerca de determinada condição.

A API dos registros de saúde já está disponível para desenvolvedores e os usuários deverão ver os primeiros aplicativos com os novos recursos a partir de setembro.

ver Mac Magazine
#médico
#aplicativos
#desenvolvedores
#healthkit
#registro
#api
#histórico
#segurança
#gadgets
#medicamentos
#lembretes
#remédio
#software
#apple
#saúde