Porque vou voltar para a Parada LGBTI+ depois de dez anos

Photo of Porque vou voltar para a Parada LGBTI+ depois de dez anos
Facebook
VKontakte
share_fav

Em 2017, batemos mais um vergonhoso recorde: ano com o maior número de mortes de LGBTs da nossa história. Ao todo, quase 500 pessoas morreram no Brasil. Isso significa que a cada 19 horas uma pessoa foi assassinada simplesmente por ser quem ela é. Recentemente, o estudante Matheusa Passareli, de apenas 21 anos, que se definia como não-binário, ou seja, não se limitava à expressão social de gênero masculino e feminino , foi morto e teve seu corpo queimado em uma favela do Rio de Janeiro.

ver El País
#casamento
#sexualidade
#família
#direitos civis
#ativismo
#homossexualidade
#grupos sociais
#delitos ódio
#gays
#eleições brasil 2018
#orgulho gay
#ativismo lgtbiq
#lgtbiq
#preconceitos
#direitos humanos
#casamento gay
#eleições
#delitos
#problemas sociais
#américa
#sociedade
#homofobia
#brasil
#política