Produtora de PUBG vai processar o estúdio de Fortnite Battle Royale

Photo of Produtora de PUBG vai processar o estúdio de Fortnite Battle Royale
Facebook
VKontakte
share_fav
Restam dois sobreviventes no Battle Royale da vida. Quem restará de pé?

PUBG começou a febre dos Battle Royales com um jogo surpreendente. Não demorou muito para o mercado perceber que seria um passo natural entrar na dança. Tanto que hoje sabemos que até a Activision terá o seu Battle Royale com Black Ops 4. Pois bem, acontece que a PUBG Corp, estúdio responsável por PlayerUnknown Battlegrounds, não aceita isso.

Para o estúdio, quem faz um jogo parecido com o deles, está plagiando a ideia. Embora possa parecer uma reclamação justa, é um assunto complicado e deixo a minha opinião ao final do artigo. O foco aqui é, a PUBG Corp vai processar a Epic Games!

Mas o que está pegando?

Acontece que a Epic Games, ao lançar Fortnite Battle Royale, conseguiu abocanhar uma parcela importante deste mercado. Rapidamente o jogo se tornou o mais visto e jogado atualmente. Obviamente que passando PUBG. Mas mesmo assim, Battlegrounds ainda continua em uma ótima posição com muitos jogadores vidrados no game.

Entretanto, de acordo com o The Korea Times, um processo foi aberto alegando violação de direitos autorais. A Epic Games teria copiado PUBG e isso não seria permitido na Coreia. Desta forma, o processo foi aberto para determinar se houve ou não o plágio.

A alegação da PUBG Corp é que durante o desenvolvimento de PUBG, o estúdio esteve em contato direto com a Epic Games por vários meses. Tudo por conta da engine que o jogo roda, que é a Unreal Engine 4, da Epic. No ano passado, o estúdio de Battlegrounds mostrava que não estava contente com o que via:

“Depois de ouvirmos o feedback crescente da nossa comunidade e de revermos o gameplay com os nossos próprios olhos, estamos preocupados que Fortnite possa estar a replicar a experiência pela qual PUBG é conhecido.”

“Notamos ainda que a Epic Games faz referência a PUBG na promoção de Fortnite à sua comunidade, e em comunicações com a imprensa. Isto nunca foi discutido connosco e não nos parece que seja correto.”

Quem está com a razão?

Analisando a situação como um todo, é estranha essa alegação da PUBG Corp. Se levarmos ao pé da letra, o Battle Royale se tornou um subgênero dos games de FPS. Assim, seria estranho que outras empresas não fizessem algo semelhante a PUBG. É como se após inventarem Street Fighter, nenhum outro personagem pudesse desferir uma magia com uma meia lua para frente e soco. Ou a Nintendo processando a SEGA por conta das semelhanças entre Sonic e Mario.

Ao meu ver, o que a PUBG Corp precisaria ter feito, era se defender dos concorrentes criando conteúdo suficiente para que os jogadores nem pensassem em deixar o seu game. A disputa não tem que ser judicial, mas sim com novas e boas ideias. Afinal, a quantidade insana de jogadores que Fortnite tem hoje não pode ser à toa. É realmente por conta da qualidade do game. Ambos são ótimos jogos e tem espaço para os dois. Fora os tantos outros que estão nascendo por aí, como o H1Z1.

O post Produtora de PUBG vai processar o estúdio de Fortnite Battle Royale apareceu primeiro em Combo Infinito.

ver Combo Infinito
#ps4
#xbox
#xbox one
#plataformas
#playstation
#android
#apple ios
#todas
#epic-games
#fortnite
#pubg
#battle-royale
#mobile
#games
#notícias
#como-jogar-fortnite
#fortnite-competitivo
#fortnite-novidades
#jogos-twitch
#noticias-fortnite
#thanos-fortnite
#transmissoes-twitch