Conceito: como seria um iOS focado em realidade aumentada?

Facebook
VKontakte
share_fav
Conceito do iOS 12

Os rumores sobre o iOS 12 não são nada animadores do ponto de vista de novidades. Tudo indica que a décima segunda versão do sistema operacional móvel virá com muitos refinamentos e melhorias gerais. É claro que uma ou outra novidade virá, mas o foco não deverá ser esse.

Isso, contudo, não impede que designers e usuários de iPhone/iPad ao redor do mundo imaginem como poderia ser um futuro iOS remodelado. E foi isso que o Michael Calcada fez ao “criar” o iOS AR.

Conceito do iOS 12

Eu não morri de amores pelo visual do conceito, mas as ideias de Calcada sem dúvida nenhuma valem menções, a começar por um hub de notificações (uma maneira simples acompanhar e visualizar todas as suas notificações na tela bloqueada — caso queira “destrinchar” tudo, bastaria deslizar o dedo de cima para baixo).

Conceito do iOS 12

A tela bloqueada sempre ativa mostraria uma prévia do tempo, bateria e um ponto indicando que existem notificações. Com a tela ligada, o ponto de notificação ficaria ali o canto superior esquerdo — bastando deslizar para baixo para abrir o novo hub.

Conceito do iOS 12

Mas o destaque mesmo desse novo sistema seriam os recursos de realidade aumentada. Com um chip específico para gerenciar a câmera do aparelho (a fim de economizar ao máximo bateria), seria possível — pelo menos na ideia de Calcada — mantê-la sempre ativa, pronta para ser usada. Bastaria puxar a seção ali no topo do iPhone para baixo e interagir com o mundo ao seu redor.

Conceito do iOS 12

Acima, temos interessantíssimos exemplos de diversas utilizações da realidade aumentada no iPhone.

Conceito do iOS 12

Calcada pensou também em novos gestos de navegação: delizar para cima e para a esquerda para abrir a multitarefa; deslizar de baixo para cima até o meio para o multi-center; deslizar para cima e para a direta para abrir a Central de Controle.

Conceito do iOS 12

Por falar em Central de Controle, ela foi levemente modificada e seria totalmente personalizável, incluindo novos atalhos 3D Touch, acesso facilitado ao Modo Escuro e a Serviços de Localização. Além disso, seria possível adicionar não apenas atalhos a recursos do próprio sistema, mas para aplicativos de terceiros também (compor um tweet, foto no Instagram, etc.).

Conceito do iOS 12

O Modo Escuro bate ponto em todos os conceitos de iOS, sem exceção. Aqui, obviamente, ele está presente — veja, por exemplo, como ficaria o app Mensagens.

Conceito do iOS 12

O novo aplicativo Câmera permitiria acesso bem mais fácil a diversos recursos, como usar o formato RAW, alterar o ISO e ativar outras configurações sem sair do aplicativo.

Conceito do iOS 12

Uma coisa que a Apple dificilmente faria é a possibilidade de personalizar a Tela Inicial, os ícones (deixar eles redondo em vez de quadrados) e mudar as informações da barra de status.

Conceito do iOS 12

Uma nova camada de segurança seria incorporada, fazendo com que o Face/Touch ID fosse utilizado (caso o usuário deseje, é claro) para desbloquear alguns apps — protegendo muitas informações quando você empresta o seu telefone para alguém.

Conceito do iOS 12

Já o FaceTime teria suporte a chamadas em grupo, AnimojiTime (adicionar filtros e Animoji em tempo real em chamadas) e suporte a Picture-in-Picture (para falar com seus amigos em qualquer lugar no seu telefone).

Conceito do iOS 12

Na visão de Calcada, finalmente seria possível permitir ajustar aplicativos de terceiros como padrão para certas tarefas (Chrome para navegador, por exemplo).

Conceito do iOS 12

E, para finalizar, um novo visual para o app Música (que, como eu disse, design não necessariamente é a parte mais interessante desse conceito).

Confira um vídeo com o resumão de tudo:

E aí, gostaram?

via MacRumors

ver Mac Magazine
#design
#ios
#conceito
#realidade aumentada
#gadgets
#ios 12
#software
#apple