Boletim Matutino da VICE

Photo of Boletim Matutino da VICE
Facebook
VKontakte
share_fav

Apesar de segundo acordo, paralisação dos caminhoneiros continua pelo país

Mesmo após a publicação no Diário Oficial das regras de um segundo acordo do governo federal com entidades que representam caminhoneiros autônomos, uma série de bloqueios permanece em estradas em todo o país. Temer prometeu a redução de R$ 0,46 no litro do diesel nas bombas (através de corte de impostos e subsídios à Petrobras), tabelamento do frete e suspensão da cobrança de pedágio por eixo suspenso. As medidas devem custar ao menos R$ 13 bilhões aos cofres públicos. Durante o pronunciamento oficial de Temer na noite deste domingo (27) panelaços foram ouvidos pelo país. Representantes da categoria elogiaram o acordo e afirmaram que o assunto “está resolvido. Parece que faltou combinar com os russos. – G1

Petroleiros anunciam mobilização nesta segunda-feira e greve na quarta

Após anunciar uma greve de 72h que teria início na quarta-feira (30), os petroleiros anunciaram uma pré-mobilização já para esta segunda-feira (28). Na pauta da categoria está a redução dos preços de todos os combustíveis e gás de cozinha no país, demissão imediata do presidente da Petrobras Pedro Parente, retomada do refino nacional e desmobilização da venda de ativos da estatal. – Estado de Minas

Abastecimento de carne pode levar até 2 meses para voltar ao normal, diz associação

O abastecimento de carne de aves e suínos pode demorar até dois meses para se normalizar depois que for encerrada a greve dos caminhoneiros. A estimativa foi divulgada neste domingo pela Associação Brasileira de Proteína Animal. Segundo a associação, até agora 64 milhões de aves adultas e pintinhos já morreram. O número de animais que não estão recebendo alimentação suficiente por falta de ração é de 1 bilhão de aves e 20 milhões de suínos. Com isso, há risco de canibalização entre os animais. A previsão é que uma grande quantidade de animais seja sacrificada, em cumprimento às recomendações da Organização Mundial de Saúde Animal e das normas sanitárias vigentes no Brasil. – G1

Donos de sites criticados por espalhar mentiras receberam verba de deputado

Seis notas fiscais pagas pelo gabinete do deputado federal Fernando Francischini (PSL-PR), o Delegado Francischini, apontam que o parlamentar destinou R$ 24 mil de sua cota parlamentar no período entre dezembro do ano passado e abril deste ano, para uma empresa em nome de um casal que administra uma rede de sites apontados como veículos que propagam notícias falsas. As notas aparecem no Portal de Transparência da Câmara dos Deputados e foram emitidas pela empresa Novo Brasil Empreendimentos Digitais para "divulgação da atividade parlamentar".A Novo Brasil Empreendimentos Digitais tem como sócios registrados junto à Receita Federal a advogada Thais Raposo Chaves e seu marido, Ernani Fernandes. Ernani também aparece como responsável pelo domínio do site Folha Política. Ernani é filho do coronel da reserva Ermindo Neto, que foi assessor especial do comandante do Exército entre novembro de 2013 e dezembro de 2015. – UOL

Mundo

Em vitória que surpreendeu até ativistas, referendo legaliza aborto na Irlanda

A Irlanda finalmente legalizou o aborto em seu território após um referendo nacional realizado nesta sexta-feira (25) – 66,4% dos irlandeses votaram pela reforma das regras constitucionais que impediam o aborto no país, e 33,6%, contra. Foram depositados 2,15 milhões de votos, mais do que em qualquer outro referendo na história do país. A vitória por larga margem surpreendeu até os militantes a favor da escolha das mulheres sobre o próprio corpo. "Sob a Oitava Emenda, a única coisa que podíamos dizer às mulheres [em crise de gestação] era: 'Pegue um avião ou um barco.' Agora o país está dizendo: 'Não, pegue a nossa mão'", afirmou o ministro da Saúde Simon Harris, de 31 anos, rosto público da campanha governamental pelo "sim" – Carta Capital

Esquerda e direita se enfrentarão em segundo turno na Colômbia

O candidato da direita, Iván Duque, e o ex-prefeito de Bogotá e ex-guerrilheiro Gustavo Petro irão ao segundo turno das eleições à presidência da Colômbia no próximo dia 17 de junho. Com 100% dos votos apurados, 19,6 milhões de pessoas compareceram às urnas neste domingo (27). Segundo o Registro Nacional, entidade organizadora das eleições, o senador Duque recebeu 7.569.693 votos (39,14%), enquanto Petro teve 4.851.254 (25,08%). O esquerdista disputou voto a voto com Sergio Fajardo, da Coalizão Colômbia, de centro-esquerda, que recebeu 4.589.696 votos (23,73%). – G1

ver Vice Brasil
#paulinho da força
#jovair arantes
#alberto fraga
#nelson meurer
#greve dos caminhoneiros
#boletim matutino
#marielle franco
#greve dos petroleiros