Android Studio 3.2 Canary

Photo of Android Studio 3.2 Canary
Facebook
VKontakte
share_fav

Artigo publicado originalmente pelo Android Developers Blog. A tradução foi feita pela Redação iMasters com autorização.

***

No Google I/O 2018, anunciamos a última pré-estréia do Android Studio 3.2, que inclui um conjunto animador de recursos que oferecem suporte à preview do Android P Developer ao novo Android App Bundle e ao Android Jetpack. Faça o download do Android Studio 3.2 do nosso canal de lançamento canary hoje para explorar um dos lançamentos mais completos do ano.

O Android Jetpack é um conjunto de bibliotecas, ferramentas de desenvolvimento e orientação arquitetônica para ajudar a tornar rápido e fácil a criação de excelentes aplicativos para Android. Ele fornece um código de infraestrutura comum para que você possa se concentrar no que torna seu aplicativo único. O Android Studio 3.2 inclui um amplo conjunto de ferramentas que suportam o Jetpack de um Editor de Navegação visual que usa a API de Navegação, modelos para APIs de Android Slices, para refatorar ferramentas para migrar para as novas bibliotecas de suporte do Android no Jetpack – AndroidX.

O lançamento do Canary 14 do Android Studio 3.2 também suporta o novo modelo de aplicativo Android, que é a evolução do formato APK, o Android App Bundle. Sem alterações de código, o Android Studio 3.2 ajudará você a criar um novo Android App Bundle e prepará-lo para publicação no Google Play.

Há 20 recursos principais nesta versão do Android Studio que vão desde instantâneos ultra rápidos de emulador do Android, dados de amostra no Editor de Layout, até um novíssimo Energy Profiler para medir o impacto de bateria do seu aplicativo. Se algum desses recursos lhe parecer interessante, faça o download do Android Studio 3.2.

Para ver esses recursos demonstrados em ação e obter uma prévia de outros recursos em que estamos trabalhando, confira a sessão do Google I/O 2018 – O que há de novo nas Ferramentas de desenvolvimento para Android.

Abaixo está uma lista completa dos novos recursos do Android Studio 3.2, organizada pelos principais fluxos de desenvolvedores.

Desenvolver

Editor de navegação: Como parte do Jetpack, o Android Studio 3.2 apresenta uma nova maneira de projetar a estrutura de navegação entre as telas do seu aplicativo. O editor de navegação é um editor visual que permite construir recursos XML que suportam o uso do novo componente de navegação no Jetpack.

Editor de Navegação
  • Suporte de Refatoração do AndroidX: Um dos componentes do Jetpack é repensar e refatorar as Bibliotecas de Suporte do Android para um novo namespace da biblioteca de extensão do Android (AndroidX). Como parte da prévia do AndroidX, o Android Studio 3.2 ajuda você nesta migração com uma nova ação de refatoração. Para usar o recurso, navegue até: Refatorar > Refatorar para AndroidX. Como um aprimoramento adicional ao processo de refatoração, se você tiver dependências maven que não foram migradas para o namespace do AndroidX, o sistema de criação do Android Studio converterá automaticamente essas dependências do projeto. Você pode controlar manualmente o processo de conversão, alternando o sinalizador android.enableJetifier = true no seu arquivo gradle.properties. Embora a ação de refatoração suporte configurações de projeto comuns, recomendamos que você salve um backup de seu projeto antes de refatorá-lo. Saiba mais.
Suporte de Refatoração AndroidX
  • Dados de amostra: Muitos layouts do Android têm dados de tempo de execução que podem dificultar a visualização da aparência de um layout durante o estágio de design do desenvolvimento do aplicativo. Os dados de amostra no Editor de layout permitem que você use dados de marcadores de posição para ajudar no design do seu aplicativo. Do RecyclerView, ImageView ao TextView, você pode adicionar dados de amostra incorporados para preencher essas visualizações por meio de uma janela pop-up no Editor de Layout. Para testar o recurso, adicione um RecyclerView a um novo layout e, em seguida, clique no ícone de atributos de tempo de design de novas ferramentas e escolha uma seleção fora do carrossel de modelos de dados de amostra.
Dados de amostra de tempo de design
  • Atualização do Material Design: Material Design continua a evoluir não apenas como um sistema de design, mas também na implementação no Android. Quando você inicia a migração da biblioteca de suporte do Android Design para o novo tema e biblioteca do aplicativo MaterialComponents, o Android Studio 3.2 oferece acesso a widgets novos e atualizados, como BottomAppBar, botões, cartões, campos de texto, novos estilos de fonte e mais. Saiba mais.
Novos Componentes de Material Design
  • Suporte de Slices: Slices é uma nova maneira de incorporar partes do conteúdo do seu aplicativo em outras superfícies de interface do usuário no sistema operacional Android. O Slices é compatível com versões anteriores do Android 4.4 KitKat (API 19) e lhe permitirá exibir o conteúdo do aplicativo nas sugestões do Google Serach. O Android Studio 3.2 possui um modelo interno para ajudá-lo a estender seu aplicativo com as novas APIs do Slice Provider, além de novas verificações de lint para garantir que você esteja seguindo as práticas recomendadas ao construir as slices. Para começar, clique com o botão direito do mouse em uma pasta do projeto e navegue até Novo → Outro → Provedor de Slice. Saiba como testar suas interações de slice consultando o guia de primeiros passos.
Modelo de provedor de slices
  • Suporte a edição do CMakeList: O Android Studio suporta scripts de compilação do CMake para o código C/C ++ do seu aplicativo. Com essa versão do Android Studio 3.2, o preenchimento de código e o realce de sintaxe agora funcionam em comandos comuns do CMakeList.
Compulação do código de CMakeList
  • O que é o Novo Assistente: O Android Studio 3.2 tem um novo painel de assistente que abre automaticamente após uma atualização para informá-lo sobre as alterações mais recentes no IDE. Você também pode abrir o painel navegando até Ajuda → O que há de novo no Android Studio.
O que é o Novo Assistente
  • Atualização da plataforma IntelliJ: O Android Studio 3.2 inclui o lançamento da plataforma IntelliJ 2018.1, que possui muitos recursos novos, como análise de fluxo de dados, suporte a commits Git parciais e vários aprimoramentos na nova análise de código. Saiba mais.

Construir

  • Pacote de aplicativos para Android:O pacote de aplicativos para Android é o novo formato de publicação de aplicativos projetado para ajudar você a entregar APKs menores para seus usuários. O Google Play tem uma nova plataforma de Entrega Dinâmica que aceita o seu Pacote de aplicativos para Android e entrega apenas os APKs que você precisa em um dispositivo específico.

O Android Studio 3.2 lhe permite criar e testar um Pacote de aplicativos para Android. Contanto que você esteja executando o último plug-in de Android Gradle (com.android.tools.build:gradle:3.2.0-alpha14), é possível reconstruir seu código como um pacote de aplicativos e obter o benefício de APKs menores com base na linguagem, na densidade da tela e ABIs sem alterações no código do seu aplicativo. Para começar, navegue até Criar → Construir Bundle (s) / APK (s) ou Construir → Gerar Bundle Assinado / APK. Saiba mais.

Criar pacote de aplicativos para Android
  • D8 Desugaring: Em alguns casos, os novos recursos da Linguagem Java exigem novos bytecodes e APIs de linguagem, no entanto, dispositivos Android mais antigos podem não oferecer suporte a esses recursos. O Desugaring permite que você use esses recursos em dispositivos mais antigos, substituindo novos bytecodes e APIs de linguagem por outros mais antigos durante o processo de criação. O Desugaring foi introduzido inicialmente com o Android Studio 3.0 como uma ferramenta separada e, no Android Studio 3.1, integramos a etapa de desugaring à ferramenta D8 como um recurso experimental, reduzindo o tempo de compilação geral. Agora o D8 desugaring está ativado por padrão para o Android Studio 3.2. Agora você pode usar a maioria das alterações de linguagem mais recentes ao alcançar dispositivos mais antigos.
  • R8 Optimizer: Durante o processo de criação de aplicativos, o Android Studio usou historicamente o ProGuard para otimizar e reduzir o bytecode da linguagem Java. A partir do Android Studio 3.2, estamos iniciando a transição para usar o R8 como substituto do ProGuard. Para experimentar com o R8, adicione android.enableR8 = true ao seu arquivo gradle.properties. O R8 ainda é experimental, por isso não recomendamos publicar seu aplicativo usando o R8 ainda. Saiba mais.
Ativar R8 no Android Studio

Testar

  • Instantâneos do emulador: Com o Quickboot no Emulador do Android, permitimos que você inicie o emulador em menos de seis segundos. Com o Android Studio 3.2, estendemos esse recurso para permitir que você crie instantâneos em qualquer estado de emulador e inicie-os em menos de dois segundos. Ao testar e desenvolver seu aplicativo, você pode pré-configurar um instantâneo do Dispositivo Virtual do Android (AVD) com as predefinições, os aplicativos, os dados e as configurações desejados no local e repetidamente voltar para o mesmo instantâneo. Os instantâneos são carregados em menos de dois segundos e você pode iniciar em instantâneos específicos no painel de Controles estendidos do emulador do Android, na linha de comando (./adb emu avd snapshot load snap_2018-04-29_00-01-12) ou de dentro do Android Studio.
Instantâneos do Emulador de Android
  • Gravação de tela no Emulador Android: A criação normal de uma gravação de tela da tela do aplicativo só funcionaria para o Android 4.4 KitKat (API 19) e superior sem áudio, com suporte limitado ao Emulador Android. Com o mais recente Android Emulator (v27.3 +), você pode fazer gravações de tela em qualquer nível de API com áudio. Além disso, há uma conversão interna para saída para GIF e WebM. Você pode acionar o novo recurso de gravação de tela por meio do painel “Controles estendidos” do Emulador do Android, na linha de comando (./adb emu screenrecord start – time limit 10 / sample_video.webm) e do Android Studio.
Gravação de tela no Emulador Android
  • Câmera de Cena Virtual para Emulador Android: Desenvolver e testar aplicativos com o ARCore é ainda mais fácil com a nova Câmera de Cena Virtual, que permite que você repita sua experiência de realidade aumentada (AR) em um ambiente virtual. O emulador é calibrado para funcionar com APIs de ARCore para aplicativos de AR e permite injetar imagens bitmap de cenas virtuais. A câmera de cena virtual também pode ser usada como uma câmera padrão compatível com o HAL3. Abra o aplicativo da câmera do Android integrado dentro do Emulador Android para começar. Por padrão, a nova câmera de cena virtual é a câmera traseira para novos dispositivos virtuais Android criados com o Android Studio 3.2. Saiba mais.
Câmera de Cena Virtual no Emulador Android
  • Assistente de Conexão ADB: Para ajudar a solucionar problemas de suas conexões de dispositivos Android via ADB, o Android Studio 3.2 tem um novo assistente. O Assistente de Conexão ADB orienta você pelas etapas comuns de solução de problemas para conectar seu dispositivo Android à sua máquina de desenvolvimento. Você pode acionar o assistente da caixa “Executar diálogo” ou navegando para Ferramentas → Assistente de conexão.
Assistente de Conexão ADB

Otimizar

  • Profiler de energia: A duração da bateria é uma preocupação fundamental para muitos usuários de telefone, e seu aplicativo pode afetar mais a vida útil da bateria do que você imagina. O novo Energy Profiler na suíte do profiler de desempenho pode ajudar você a entender o impacto da energia do seu aplicativo em um dispositivo Android. Agora você pode visualizar o uso de energia estimado dos componentes do sistema, além de inspecionar os eventos de segundo plano que podem contribuir para o consumo da bateria. Para usar o profiler de energia, verifique se você está conectado a um dispositivo Android ou emulador que executa o Android 8.0 Oreo (API 26) ou superior. Saiba mais.
Profiler de energia
  • Rastreamento do sistema: O novo recurso “Rastreamento do sistema” no Gerenciador de perfis da CPU permite inspecionar como o seu aplicativo interage com os recursos do sistema em detalhes. Inspecione os tempos e as durações exatas dos estados do encadeamento, visualize onde os gargalos da CPU estão em todos os núcleos e adicione eventos de rastreamento personalizados para analisar. Para usar o rastreamento do sistema, inicie a criação de perfil do seu aplicativo, clique no Gerenciador de Perfil da CPU e escolha a configuração de gravação do Rastreamento do Sistema. Saiba mais.
Rastreamento do Sistema
  • Sessões de Profiler: Agora, salvamos automaticamente os dados do Profiler como “sessões” para revisitar e inspecionar mais tarde, enquanto você tem o Android Studio aberto. Também adicionamos a capacidade de importar e exportar suas gravações de CPU e despejos de heap para análise ou inspeção posterior com outras ferramentas.
Sessões de Profiler
  • Gravação Automática da CPU: Agora você pode gravar automaticamente a atividade da CPU usando a API de Depuração. Depois de implantar o aplicativo em um dispositivo, o criador de perfil inicia automaticamente a gravação da atividade da CPU quando o seu aplicativo chama startMethodTracing(String tracePath) e interrompe a gravação quando o aplicativo chama stopMethodTracing(). Da mesma forma, você também pode começar a gravar automaticamente a atividade da CPU na inicialização do aplicativo ativando essa opção na configuração de execução.
  • Acompanhamento de referência JNI: Para aqueles que têm código C/C ++ em seu aplicativo Android, o Android Studio 3.2 agora permite que você inspecione as alocações de memória de seu código JNI no Memory Profiler. Contanto que você implemente seu aplicativo em um dispositivo que execute o Android 8.0 Oreo (API 26) e superior, é possível detalhar a pilha de chamadas de alocação a partir da sua referência JNI. Para usar o recurso, inicie uma sessão do gerenciador de perfis de memória e selecione o JNI Heap no menu suspenso Live Allocation.
Acompanhamento de referência JNI

Para recapitular, o mais recente canary do Android Studio 3.2 inclui esses novos recursos principais:

Desenvolver

  • Editor de Navegação
  • Refatoração AndroidX
  • Dados de amostra
  • Atualização de Design de Material
  • Slices de Android
  • Edição CMakeList
  • O que é o Novo Assistente
  • Novas verificações de Lint
  • Atualização da Plataforma Intellij

Construir

  • Pacote de aplicativos para Android
  • D8 Desugaring
  • Otimizador R8

Testar

  • Instantâneos do Emulador Android
  • Registro de tela no Emulador do Android
  • Câmera de Cena Virtual do Emulador Android
  • Assistente de Conexão ADB

Otimizar

  • Profiler de energia
  • Rastreamento do Sistema
  • Sessões de Profiler
  • Gravação Automática de CPU
  • Acompanhamento de referência JNI

Confira as observações da versão de previews para mais detalhes.

Começando

Baixar

Faça o download da versão mais recente do Android Studio 3.2 na página de download do canal Canary. Se você estiver usando uma versão anterior do Android Studio, certifique-se de atualizar para o Android Studio Canary 14 ou superior. Se você quiser manter uma versão estável do Android Studio, poderá executar a versão de lançamento estável e as versões de release canary do Android Studio ao mesmo tempo. Saiba mais.

Para usar os recursos mencionados do Emulador Android, verifique se você está executando pelo menos o Android Emulator v27.3 +, baixado por meio do Gerenciador do Android Studio SDK.

Agradecemos qualquer feedback inicial sobre as coisas de que você gostou e os problemas ou recursos que você gostaria de ver. Por favor, observe que para garantir a manutenção da qualidade do produto, os recursos que você vê no canal canary podem não estar disponíveis no próximo canal de lançamento estável até que estejam prontos para uso estável. Se você encontrar um bug ou problema, sinta-se à vontade para registrar um problema. Conecte-se conosco – a equipe de desenvolvimento do Android Studio – em nossa página do Google+ ou no Twitter.

***

Este artigo é do Android Developers Blog. A tradução foi feita pela Redação iMasters com autorização. Você pode acessar o original em: https://android-developers.googleblog.com/2018/05/android-studio-3-2-canary.html

ver iMasters
#android
#desenvolvimento