Apple segue como a líder mundial em vendas de smartwatches

Facebook
VKontakte
share_fav
Apple Watch Series 3 entrelaçados

Que o Apple Watch é um sucesso de vendas, não há como ninguém negar. Durante a divulgação dos resultados do segundo trimestre fiscal da Maçã, os dados de comercialização do Apple Watch Series 3 foram estrondosamente maiores em relação ao Series 2 no ano anterior. Não obstante, a atuação da gigante de Cupertino continua forte no mercado de relógios.

Seguindo os passos da última pesquisa realizada pela Canalys — na qual foi intitulada maior vendedora de relógios do mundo —, a Apple permaneceu líder de vendas em smartwatches durante o primeiro trimestre deste ano. Segundo o estudo realizado, foram vendidas 3,8 milhões de unidades do Apple Watch nesse período.

Para o analista-chefe da Canalys, Jason Low, o sucesso do Apple está na versão com conexão celular do Apple Watch Series 3 e a pequena expressividade dos concorrentes no mercado de relógios como conexão à internet — nesta categoria, a Apple corresponde por 59% do total de vendas.

As operadoras agradecem a receita adicional de vendas de dispositivos e de planos de dados para o Apple Watch, e a lista de operadoras que vendem a versão com conexão celular do Apple Watch em todo o mundo aumenta a cada mês. Enquanto o ecossistema da Apple tem uma forte oferta de relógios com acesso à internet, a falta de um produto similar no ecossistema Android é gritante. Se o Google decidir aproveitar a oportunidade com um suposto “Pixel Watch”, isso impulsionará a concorrência necessária nesse mercado.

O cenário geral foi positivo para as fabricantes de relógios. De acordo com o relatório, o mercado de vestíveis comercializou cerca de 20,5 milhões de unidades e cresceu aproximadamente 35% no últimos três meses.

Pesquisa de smartwatches e pulseiras - Q1 2018

Em segundo no lugar no número de vestíveis vendidos está a Xiaomi, com 3,7 milhões de unidades vendidas. No entanto, a Canalys indicou que mais de 90% do total das vendas dela foram de dispositivos da linha Mi Bands, que custam cerca de US$25 nos Estados Unidos. Dessa maneira, ainda que tenha vendido quase a mesma coisa que a Apple, a maior receita fica com a Maçã — além disso, estamos falando de uma outra categoria de produtos (pulseiras, e não smartwatches).

Ainda de acordo com o relatório divulgado, a Garmin foi a segunda maior fabricante de smartwatches em número de aparelhos vendidos, com 1 milhão de relógios comercializados nos primeiros três meses do ano. De acordo com Vincent Thielke, analista de pesquisa da Canalys, as novidades implementadas por ela têm contribuído para uma melhor performance nas vendas, como suporte ao Garmin Pay e o armazenamento de música na linha de relógios Forerunner 645.

Mercado de alto-falantes inteligentes

Além da pesquisa acerca das vendas de smartwatches, a Canalys também divulgou o resultado de uma pesquisa referente ao mercado de alto-falantes inteligentes, que se destaca por ser o segmento da tecnologia de maior expansão no mundo.

De acordo com a empresa, o crescimento ano a ano deste mercado representou 210% durante os primeiros três meses do ano, com 9 milhões de unidades vendidas ao todo. O Google levou a melhor, ocupando a primeira posição com 3,2 milhões de unidades vendidas (Google Home e Google Home Mini) e um crescimento de 483%(!) se comparado ao mesmo período do ano passado.

Pesquisa de alto-falantes - Q1 2018

Desbancada pela primeira vez, a Amazon ficou em segundo lugar com 2,5 milhões de aparelhos vendidos. Comparando com o mesmo período de 2017, a companhia viu cair em mais da metade o número de alto-falantes comercializados.

Em relação ao HomePod, a pesquisa da Canalys não indicou quantos foram vendidos no período em questão. Em abril passado, comentamos que a Maçã teria reduzido a produção dos dispositivos devido à baixa demanda, mas não podemos definir catolicamente a expressividade da companhia neste mercado.

Um dos motivos que podemos depreender é que os produtos nesse nicho do mercado não são iguais. Enquanto o HomePod custa US$350, os alto-falantes do Google e da Amazon possuem preços variados — como o Echo Dot, que custa apenas US$50.

via MacRumors, AppleInsider

ver Mac Magazine
#relógio
#smartwatch
#eletrônicos
#amazon
#apple watch
#smartwatches
#amazon echo
#alto-falante
#apple watch series 3
#google home
#gadgets
#homepod
#vendas
#ranking
#pesquisa
#google
#tecnologia
#acessórios
#apple