A ameaça radioativa da ex-URSS continua viva

Photo of A ameaça radioativa da ex-URSS continua viva
Facebook
VKontakte
share_fav

"Quando Daniel crescer, vamos embora, talvez para Bishkek (capital do Quirguistão), talvez para a Rússia, onde há mais possibilidades de encontrar trabalho e onde a vida é mais fácil do que em Mailuu-Suu", diz Beguimai Suegenova, enquanto balança em seus braços um bebê de três meses. Mailuu-Suu (com 22.000 habitantes) está localizada nas íngremes margens do rio de mesmo nome, a cerca de 25 quilômetros da fronteira com o Uzbequistão. Esta área de depressão geográfica e com graves problemas ambientais foi a primeira "cidade fechada" da Ásia Central, onde, de 1946 a 1968, ocorreu a extração de minério de urânio para o programa de armamento da então União Soviética.

ver El País
#ásia
#relações exteriores
#energia nuclear
#energia não renovável
#fontes energia
#ásia central
#urss
#blocos políticos
#urânio
#radioatividade
#quirguistão
#trabalho
#emprego
#pobreza
#blocos internacionais
#desemprego
#combustíveis
#energia
#problemas sociais
#sociedade