Após altos e baixos (e anos de espera), Apple cancela planos para a construção de data center na Irlanda

Photo of Após altos e baixos (e anos de espera), Apple cancela planos para a construção de data center na Irlanda
Facebook
VKontakte
share_fav

No início de 2015 a Apple anunciou a construção de dois novos data centers na Europa, um na Dinamarca e outro na Irlanda. Enquanto o investimento na Dinamarca correu conforme planejado, o da Irlanda nunca chegou a sair do papel — muita papelada judicial, diga-se de passagem.

Em outubro passado, a Apple venceu a decisão no Tribunal Superior da Irlanda, derrubando alegações ambientais que barravam a construção do centro da Maçã na cidade irlandesa de Athenry. No entanto, um novo recurso anulou o julgamento anterior e enviou os planos da companhia novamente aos tribunais.

Com a nova decisão, o Tribunal Irlandês informou que seria necessário encaminhar o processo ao Tribunal de Justiça Europeu e pode ser que leve anos até que uma posição seja definida. Era o que faltava para a Apple cancelar os planos da construção, estimada em €850 milhões — cerca de US$1 bilhão.

O data center seria um dos maiores da Europa, sua construção exigiria o trabalho de cerca de 300 pessoas e outros 50 trabalhos fixos seriam gerados. A estrutura foi projetada para atender os serviços online da Apple fornecidos na Europa, a exemplo do Apple Music, iCloud, App Store, Mensagens, Mapas e Siri.

Em uma declaração dada ao jornal The Independent, a Apple comentou o caso e afirmou que a decisão não interfere nos investimentos da companhia no país:

Várias anos atrás nós demos início à construção do centro em Athenry. Apesar dos nosso esforços, os atrasos na aprovação do processo fizeram com que nós seguíssemos outros planos, e não vamos seguir com o data center. Mesmo sendo decepcionante, o contratempo não diminuirá o nosso entusiasmos em futuros projetos na Irlanda à medida que nossos negócios continuam a crescer.

A gigante de Cupertino comentou também que a decisão não tem relação com outro problema judicial entre a companhia e o governo irlandês acerca da suposta falta de pagamento de impostos para o governo da Irlanda entre os anos 2003 e 2014 — o governo afirmou que a empresa utilizou benefícios fiscais ilegais e exigiu o pagamento de cerca de €13 bilhões.

De fato, a Apple não guarda nenhuma mágoa desta situação. Tanto é verdade que os investimentos nas instalações em Cork, outra cidade irlandesa, emprega mais de 6.000 pessoas e os trabalhos continuam a todo vapor.

Em julho passado, conforme falamos acima, a companhia anunciou a construção do segundo data center na Dinamarca — a estrutura de US$921 milhões contará 100% com energia renovável. O início dos trabalhos na nova instalação são esperadas para o segundo trimestre do próximo ano.

via 9to5Mac

ver Mac Magazine
#investimento
#apple music
#app store
#irlanda
#siri
#icloud
#dinamarca
#servidores
#mensagens
#batalha judicial
#data center
#governo
#projetos
#europa
#internet
#dinheiro
#apple