Serviço gratuito de VPN da Opera para iOS e Android será descontinuado no fim deste mês

Photo of Serviço gratuito de VPN da Opera para iOS e Android será descontinuado no fim deste mês
Facebook
VKontakte
share_fav

Aqueles que comemoraram com a notícia de que a Opera estava implementando uma VPN no seu navegador e, principalmente, quando o serviço foi lançado como um app para iOS não irão gostar do que falarei a seguir.

De acordo com uma página da própria empresa, o serviço de VPN gratuita para iOS e Android será descontinuado pela Opera a partir do dia 30 de abril.

A Opera VPN era um dos poucos serviços dessa categoria que era ofertado gratuitamente e sem limite de tráfego. Um ponto negativo do programa é de que as informações e os dados de navegação eram repassados para empresas terceirizadas — bem de acordo com a máxima de que, quando não pagamos por algo, *nós* nos tornamos o produto (Facebook, estou olhando para você).

Apesar de não divulgar o motivo de abrupta descontinuação, a empresa enfatiza que não deixará seus clientes na mão e anunciou que todos os usuários da versão Opera Gold terão a oportunidade de resgatar um ano de assinatura do programa SurfEasy Ultra VPN.

O serviço indicado pela empresa conta com um uso ilimitado em até cinco dispositivos, pode ser acessado de até 28 regiões e possui uma política de uso dos dados dos usuários bem restrita. Além disso, o navegador está disponível em mais plataformas que a Opera VPN, incluindo Windows, macOS, iOS, Android e em dispositivos da Amazon. Ainda que positivo, após o primeiro ano os usuários terão que pagar US$78 pelo serviço da SurfEasy, bem mais caro do que os US$30 anuais cobrados pelo Opera Gold.

A empresa informa que mesmo os usuários não assinantes do plano Opera Gold terão acesso a um desconto de 80% — pelo plano de assinatura mensal, são cobrados US$4 — do SurfEasy através da última versão do aplicativo para iOS e Android.

Obviamente, o SurfEasy é apenas a indicação da Opera neste momento de migração para seus usuários. Quem ainda quiser/precisar continuar usando uma VPN, pode optar por qualquer serviço disponível no mercado. O Rafael Fischmann, por exemplo, é usuário assíduo e muito satisfeito da ExpressVPN.

Por fim, na nota, a empresa agradece por todo o suporte através dos anos, e se desculpa por qualquer inconveniente que a mudança possa causar. Realmente, é uma pena…

via PCWorld

ver Mac Magazine
#ios
#android
#rede
#network
#navegador
#vpn
#opera
#internet
#software
#tecnologia
#virtual private network