Sem escudo do foro, amigos de Temer viram réus em ação que investiga “quadrilha do MDB”

Photo of Sem escudo do foro, amigos de Temer viram réus em ação que investiga “quadrilha do MDB”
Facebook
VKontakte
share_fav

O desdobramento legal de um caso de corrupção que tem o presidente Michel Temer como um dos principais acusados - o chamado quadrilhão do MDB - deu mais um demonstrativo de como a força política do Planalto e a prerrogativa do foro privilegiado acabam por impor uma velocidade muito mais lenta para que os processos nos quais ele e seus ministros estão envolvidos. Nesta segunda-feira, o juiz federal Marcus Vinicius Reis, da 12ª Vara da Justiça Federal em Brasília, aceitou denúncia que torna réus duas pessoas do círculo íntimo do presidente: o coronel aposentado João Baptista de Lima Filho e o advogado José Yunes. Ambos são acusados de fazerem parte do esquema de arrecadação ilegal para o partido.

ver El País
#josé yunes
#corrupção política
#governo
#coronel lima
#presidência brasil
#governo brasil
#mdb
#caixa dois
#corrupção
#força segurança
#empresas
#presidente brasil
#administração estado
#delitos
#financiamento ilegal
#operação lava jato
#administração pública
#caso petrobras
#partidos políticos
#subornos
#michel temer
#investigação policial
#política
#polícia