Testemunhas não ouvidas pela polícia contam o que viram no caso Marielle

Photo of Testemunhas não ouvidas pela polícia contam o que viram no caso Marielle
Facebook
VKontakte
share_fav

Duas testemunhas que presenciaram a cena do crime da morte de Marielle Franco, na noite de 14 de março, contaram ao jornal O Globo alguns detalhes sobre a ação dos criminosos.

Ouvidas separadamente, as testemunhas deram a mesma versão ao jornal do que ocorreu naquela noite. Ambas afirmam que ficaram no local até a polícia chegar e, na sequência, foram expulsas por policiais militares.

À reportagem, elas relatam que o carro dos assassinos imprensou o carro em que Marielle estava e que observaram apenas um veículo atirando contra o carro da vereadora. Nas filmagens divulgadas aparecem dois carros.

As pessoas ouvidas pelo O Globo disseram que um homem negro sentado no banco de trás foi o autor do disparo e que a arma apresentava um silenciador de tiros. Após alvejar o veículo de Marielle, o carro fugiu, segundo as testemunhas.

Questionada pela equipe de reportagem do canal Globo News, a Polícia Civil do Rio não respondeu o porquê de as testemunhas não terem sido ouvidas. A investigação segue sob sigilo.

Siga a VICE Brasil no , Twitter e Instagram.

ver Vice Brasil
#testemunhas
#brasil
#polícia
#marielle franco