O estúdio que foi salvo pelo Nintendo Switch

Photo of O estúdio que foi salvo pelo Nintendo Switch
Facebook
VKontakte
share_fav

Enquanto muitos jogadores tem agradecido à Nintendo por ter criado um aparelho que pode funcionar tanto como console quanto como portátil, existem algumas pessoas por aí que tem ainda mais a comemorar a existência do Switch. Para demonstrar isso, aí vai a história da Castle PIxel.

Desconhecida da maioria e buscando seu espaço como desenvolvedora independente, em março do ano passado a empresa lançou para PC um jogado chamado Blossom Tales: The Sleeping King. Claramente inspirado no clássico The Legend of Zelda: A Link to the Past, o título chamou a atenção de algumas pessoas, mas nunca chegou a fazer muito sucesso.

Após fazer uma parceria com a FDG Entertainment, em dezembro passado o estúdio lançou a sua criação no Switch e talvez até para a surpresa dos envolvidos, por lá o desempenho foi muito, mas muito superior ao registrado no PC. Para ser mais exato, de acordo com a editora o título vendeu 20 vezes mais no videogame da Nintendo, permitindo assim que o estúdio continue funcionando.

Diante de uma declaração tão forte, o site GameInformer entrou em contato com o pessoal da Castle PIxel, que lhes deu maiores detalhes sobre a situação:

Fomos abordados pela primeira vez por um representante da Nintendo na PAX do ano passado, quando eles expressaram o interesse em adaptar o Blossom Tales para o Switch. Todos nós somos grandes fãs da Nintendo, então pulamos na chance de trabalhar com eles e levar o Blossom Tales para a plataforma. Após o lançamento inicial do Blossom Tales no Steam, os números não foram bons, então a FDG decidiu mudar o financiamento para o nosso próximo jogo que tínhamos em desenvolvimento para uma versão do Blossom Tales para o Switch.

Foi uma completa reviravolta, como a FDG twittou, ele ultrapassou as vendas no Steam em 20 para 1. O Blossom Tales foi criado para os fãs da Nintendo e no fim os fãs da Nintendo nos salvaram. Devido ao sucesso do Blossom Tales no Switch, somos capazes de continuar criando atualizações e localizá-lo para outras línguas, como japonês.

Este é mais um exemplo de um jogo independente que atingiu um grande sucesso após aparecer no Switch. Aos poucos o videogame tem se mostrado uma ótima plataforma para jogos lançados por estúdios menores e devido a essa aceitação, a tendência é que muitos outros ainda apareçam por lá. Porém, será que esse interesse do público se manterá por muito tempo? Será que uma oferta maior de títulos não fará com que obter sucesso com um indie no Switch se torne quase tão difícil quanto o que temos hoje no Steam?

O post O estúdio que foi salvo pelo Nintendo Switch apareceu primeiro em Meio Bit.

ver Meio Bit
#nintendo
#indie
#nintendo switch
#fdg entertainment