Leila Slimani: “Não se deve ignorar que a miséria provoca violência e loucura”

Photo of Leila Slimani: “Não se deve ignorar que a miséria provoca violência e loucura”
Facebook
VKontakte
share_fav

Seu avô não via contradição nenhuma entre observar o jejum do Ramadã e depois se fantasiar de Papai Noel para os netos. À mesa familiar se sentavam uma avó alsaciana que falava alemão e um tio judeu a quem a Resistência francesa protegeu durante a Segunda Guerra Mundial. Um avô argelino que havia sido coronel do Exército colonial convivia, ombro a ombro, com outra avó de religião católica, mas que havia peregrinado a Meca. Às vezes brigavam, mas quase sempre conseguiam conviver em paz, inclusive entre risos. Leila Slimani (Rabat, 1981) sonha com uma sociedade que se pareça com essa família.

ver El País
#literatura
#europa ocidental
#marrocos
#áfrica
#agenda
#demografia
#festivais
#agenda cultural
#migração
#flip
#festivais culturais
#magrebe
#imigração
#eventos
#europa
#frança
#sociedade