Condenado por pedofilia e assassinato sofre vingança na cadeia

Photo of Condenado por pedofilia e assassinato sofre vingança na cadeia
Facebook
VKontakte
share_fav
Pedófilo sofre vingança

Reprodução/Infobae Pedófilo sofre vingança

Leia mais

Colega de cela do pedófilo Brett Peter Cowan, Adam Paul Davidson contou ao Daily Mail detalhes sobre os motivos que fizeram com que ele jogasse água fervente em Cowan.

“Eu não queria matá-lo ou nada”, disse ele. “Eu só queria machucá-lo… só queria que ele sentisse a dor. Sentir a dor que alguém como Daniel Morcombe sentiu”, completou, se referindo-se a um menino de 13 anos, vítima de Cowan.

Ex-tatuador Davidson, de 31 anos, foi libertado da prisão no norte de Brisbane, na Austrália, em novembro passado depois de passar um ano extra preso pela agressão.

Davidson estava cumprindo uma sentença por roubo e fraude quando jogou o balde de água quente escaldante sobre Cowan no Centro Correcional de Wolston.

Enquanto Cowan gritou de dor e perguntou a Davidson por que, por que, por quê? “, O preso jogou o balde nele. Davidson disse mais tarde à polícia que ele havia planejado o ataque por um mês.

Daniel Morcombe desapareceu perto de uma parada de ônibus na Sunshine Coast de Queensland em dezembro de 2003.

Cowan foi preso quase oito anos depois e considerado culpado de assassinato, pedofilia e ocultação de cadáver.

ver Virgula
#pedofilia
#vinganca
#cadeia
#inacreditável
#assassinato