Google se une a iniciativa dedicada à criação de padrões universais para canetas stylus

Photo of Google se une a iniciativa dedicada à criação de padrões universais para canetas stylus
Facebook
VKontakte
share_fav

Uma provável próxima versão da Pixelbook Pen poderá vir a a ser um produto universal

Há uma verdade inconveniente para que utiliza os tablets como uma prancheta de desenho: não importa o dispositivo de escolha, na maioria das vezes vocês estará amarrado às canetas stylus ou fornecidas pelos fabricantes, ou se verá tendo que procurar um modelo que converse com o seu gadget de escolha. E bem, nem sempre isso funciona.

Como de praxe, empresas como Apple e Samsung vendem soluções próprias, a primeira oferece a Pencil para o iPad Pro (que não funciona em outros modelos da família) como a melhor solução de desenho para seu produto, ainda que ela não tenha criado caso com produtos de concorrentes; a Samsung vai pela mesma linha, suas canetas espertas só funcionam em seus smartphones e tablets e nada além disso. Não seria interessante ter um acessório universal, capaz de conversas com vários tablets, smartphones e mesas digitalizadoras e que desse liberdade para o desenhista?

Essa é a função da Universal Stylus Initiative, um grupo fundado em 2015 e formado por cerca de 30 companhias reunidas para estabelecer normas e padrões para uma stylus padronizada, que seja compatível com a maioria de tablets disponíveis no mercado e que liberte o consumidor de ter uma para cada gadget. Uma das preocupações da iniciativa é inserir um modo de preferências, em que a caneta armazene escovas, pincéis e cores de dispositivo para dispositivo. Atualmente grandes players como Wacom, Lenovo, Huawei e Intel integram o grupo, ao passo que Samsung, Microsoft e Apple passam longe e preferem manter suas soluções próprias (S-Pen, Windows Ink para a linha Surface e Apple Pencil respectivamente) bem blindadas.

Agora o grupo ganhou um reforço de peso: além da 3M, o Google assinou um acordo de cooperação e utilizará sua experiência com dispositivos e softwares para ajudar a viabilizar toda uma família de stylus universais, e por ser a primeira gigante de tecnologia que possui uma solução no mercado (a Pixelbook Pen) ela já adiciona peso ao grupo, e ao implementar as especificações para a versão 1.0 do USI permitirá que seu acessório seja adquirido livremente e utilizado em diversos outros produtos, de tablets a smartphones e híbridos. É um bom plano que visa oferecer não só produtos universais, mas sistemas e padrões que conversarão entre modelos carregando tudo na caneta.

Por fim, a entrada no Google tem peso e pode estimular mais fabricantes a aderirem à USI, o que é bom para o mercado e para o consumidor.

Fonte: Universal Stylus Initiative.

The post Google se une a iniciativa dedicada à criação de padrões universais para canetas stylus appeared first on Meio Bit.

ver Meio Bit
#apple pencil
#wacom
#lenovo
#intel
#huawei
#dell
#tablets
#sharp
#caneta stylus
#caneta
#smarthpones
#híbridos
#stylus
#canetas
#s-pen
#pixelbook pen
#google
#software
#acessórios
#hardware
#synaptics
#windows ink