Diabetes: selecionamos quatro aplicativos para ajudar no acompanhamento e controle da doença

Facebook
VKontakte
share_fav
Diabetes

Não é nenhum exagero dizer que a vida de uma pessoa diabética melhorou significativamente nos ao longo dos últimos 50 anos. Claro, esse é quase um não-fato: qualquer pessoa portadora de uma condição ou doença viu sua qualidade de vida melhorar ao longo do tempo, por conta do (absolutamente esperado) desenvolvimento tecnológico e científico.

Os diabéticos, entretanto, têm uma espécie de vantagem em relação aos pacientes de outras doenças: por apresentarem uma condição incurável e que afeta uma parcela significativa da população mundial (só no Brasil, são cerca de 16 milhões de pessoas adultas, segundo a Organização Mundial da Saúde), as pesquisas e invenções destinadas a diabéticos têm sido muito frequentes ao longo do último meio século.

Pegando esse gancho, podemos falar do grande símbolo da era contemporânea: os smartphones e, naturalmente, os aplicativos que os compõem. É claro que nenhum app fará o trabalho, por exemplo, de um medidor de glicemia dedicado (deixem isso para o futuro Apple Watch que está sendo projetado lá em Cupertino), mas vários deles trazem recursos e ideias muito úteis para que pessoas diabéticas possam ter uma vida ainda melhor, administrando os seus níveis de glicose, regulando a alimentação, recebendo alertas para medições ou injeções e até mesmo dicas de profissionais conectados.

É por isso que, seguindo a dica do leitor Victor Franco, resolvemos fazer uma seleção de alguns dos aplicativos para acompanhamento da diabetes mais interessantes da App Store. A ideia é mostrar um pouco dos pontos fortes e fracos de cada um para que você, paciente ou familiar/amigo, possa ter uma noção de qual ou quais deles pode oferecer mais ajuda no monitoramento da doença. Vamos lá?

Glic

O primeiro aplicativo da nossa lista é 100% brasileiro e o único oficialmente recomendado pela Sociedade Brasileira de Diabetes — ou seja, já começa com um currículo deveras atraente. Felizmente, o Glic vai muito além disso: da sua interface bem pensada à quantidade bastante satisfatória de recursos, ele vai bem em todos os aspectos levados em conta na montagem dessa seleção.

Glic Glic Glic

A configuração inicial do app exige um pequeno cadastro e transcrição da prescrição médica; a partir daí, basta informar o seu índice glicêmico no site para um cálculo automático da dose de correção. Informando os alimentos que você ingere ao longo do dia (há um catálogo com mais de 1.500 opções e suas respectivas informações nutricionais), o Glic produz um relatório completo com gráficos de glicemia, diários, contagem de carboidratos e muito mais. Há ainda um alerta de hipoglicemia para os momentos em que for necessária uma aplicação extra.

É bem verdade que a interface do app não é a mais elegante ou funcional de todos os aqui selecionados, mas esse aspecto não chega a comprometer o seu funcionamento — e os recursos trazidos pelo Glic, bem como seu total conforto em meio a pacientes brasileiros (o que é normal, considerando que ele foi desenvolvido por aqui), mais do que compensam esse possível ponto negativo.

O Glic é totalmente gratuito (outro ponto extremamente positivo) e está disponível em versões para iOS e Android.

icon

Glic | Diabetes e Glicemia

de Quasar Telemedicina

Compatível com MacsCompatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple WatchesCompatível com o iMessageCompatível com Apple TV
Versão 1.5 (86.3 MB)
Requer o iOS 8.0 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

One Drop

É bom começar a introdução do One Drop com a sua principal desvantagem: ele ainda não tem uma tradução para o português, o que significa que usuários com problemas para entender o inglês (ou algum dos outros cinco idiomas suportados, incluindo francês e espanhol) poderão enfrentar dificuldades na operação do aplicativo — até porque o que não faltam aqui são opções e recursos de todos os tipos. O que é uma pena, porque a interface e o funcionamento são impecáveis.

One Drop One Drop One Drop

Se você manja de uma das línguas contempladas no app, entretanto, pode se jogar: o One Drop é possivelmente a opção mais completa entre as listadas aqui. Ainda que uma das suas partes mais interessantes (a integração com o One Drop | Chrome, um medidor de glicose com conexão Bluetooth que conecta-se com o app) não esteja disponível por aqui, o aplicativo dispõe de diversas ferramentas para ajudar os pacientes a controlar a dieta e o nível de glicose no sangue com uma configuração simples e rápida.

Todos os recursos esperados, como contagem de carboidratos (com um catálogo cheio de comidas para você registrar suas refeições), registro de atividades físicas, lembrete de medicamentos e insulina e estatísticas de glicemia estão presentes, e o One Drop conta também com suporte à plataforma Apple Health, para integração com milhares de apps (incluindo alguns de monitores de diabetes, como Dexcom e Accu-Chek).

Temos aqui também um aplicativo para Apple Watch (compatível com o watchOS 3 e superiores), que ajuda pacientes com o reloginho a checarem e registrarem informações básicas diretamente pelo pulso — o app para o Watch é tão visualmente apurado e funcional quanto o para iPhone, aliás, o que é um elogio bem raro a se fazer.

O One Drop está disponível gratuitamente na App Store e no Google Play.

icon

One Drop Diabetes Management

de Informed Data Systems, Inc.

Compatível com MacsCompatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple WatchesCompatível com o iMessageCompatível com Apple TV
Versão 3.10.15 (123.3 MB)
Requer o iOS 11.0 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

mySugr

De todos os apps aqui analisados, o mySugr é, provavelmente, o que traz a interface e filosofia de funcionamento mais, digamos, divertida — o que faz dele a melhor opção para usuários que precisam de um certo estímulo, como crianças ou idosos. Apesar disso, uma crítica a ser feita é a organização visual um pouco confusa; não chega a ser algo que torne o app impossível de ser utilizado, mas a lógica de disposição de recursos e densidade de informações pode ser um pouco opressiva para início de conversa.

MySugr MySugr MySugr

Dito isso, o mySugr apresenta todos os suspeitos usuais em termos de recursos, com registro de refeições, medicações e níveis de glicose; um catálogo de alimentos para adição rápida (na versão PRO — mais sobre ela a seguir); alerta de (provável) hipoglicemia; cálculo estimado do nível de hemoglobina glaciada (HbA1c) e gráficos/estatísticas dos níveis recentes para um acompanhamento progressivo do seu corpo.

Como diferencial, o aplicativo traz desafios que podem ajudar os pacientes a atingirem metas pessoais de terapia, bem como mensagens motivacionais para estimulá-los a continuar no caminho certo. Por fim, também há aqui integração com a plataforma Apple Health e seus aplicativos conectados — ah, e também temos aqui uma versão do app para Apple Watch, caso relógios inteligentes sejam a sua praia.

Existe ainda uma versão PRO do mySugr que traz, adicionalmente, a pesquisa inteligente de alimentos e atividades físicas, calculadora de bolus, formatos adicionais de relatórios (como PDF e XLSX), lembretes de registro de glicemia, suporte prioritário e desbloqueio de todos os desafios (alguns deles estão disponíveis também para os usuários comuns). Essa versão pode ser adquirida por meio de uma compra dentro do app e custa R$4,50/mês ou R$90/ano.

O mySugr está disponível gratuitamente na App Store e no Google Play.

icon

mySugr: Rastreador da Diabetes

de mySugr GmbH

Compatível com MacsCompatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple WatchesCompatível com o iMessageCompatível com Apple TV
Versão 3.41.0 (149.1 MB)
Requer o iOS 10.3 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Glucose Buddy

Esse, pode-se dizer, é o veterano do grupo: o Glucose Buddy é quase tão velho quanto a própria App Store, perdurando por nove longos anos como um dos principais apps de controle da diabetes. Ainda bem que, ao contrário do que se poderia pensar, isso não significa que sua interface e funcionamento são arcaicos — pelo contrário, o app é bem desenhado e tem suas funções bem distribuídas, apesar do design básico e sem as firulas dos outros aqui citados (o que pode ser, para alguns, um ponto positivo).

Glucose Buddy Glucose Buddy Glucose Buddy

A versão básica do Glucose Buddy traz uma ferramenta completa de registro de glicemia, com espaço para anotações de medicamentos, refeições e muito mais — tudo em uma tela organizada e fácil de usar. É possível adicionar notas para referência futura, bem como ver as mudanças e tendências no seu nível de glicose num cálculo feito de hora em hora. É bom notar que o aplicativo suporta o nosso idioma, mas a tradução não é lá essas coisas — alguns elementos permanecem no inglês, criando uma salada de frutas linguística que não chega a atrapalhar no uso, mas denota um certo descuido.

O app também tem um lado de controle de peso e alimentação muito avançado, com uma ferramenta que pede suas informações corporais (peso, altura, sexo, idade, meta, etc.) e, a partir daí, fornece dicas quanto à quantidade de carboidratos e calorias a serem ingeridos diariamente. Ele também captura automaticamente passos e outros dados, como atividades físicas — tudo em integração com app Saúde.

Se há uma crítica a ser feita ao Glucose Buddy é a sua insistência com propagandas na versão gratuita — a cada tela, um quadro falando dos benefícios da versão Premium está em algum canto esperando para ser acidentalmente clicado. Falando nela, a edição paga traz como diferenciais uma calculadora automática de hemoglobina glaciada, tags customizadas, gráficos de progressão avançados, filtro de registros e, claro, nenhuma propaganda. Ela custa R$49/mês ou R$195/ano.

O Glucose Buddy tem versões gratuitas para iOS e Android.

· • ·

Espero de verdade que tenham gostado da nossa seleção. </div></div><div class=ver Mac Magazine

#dica
#aplicativos
#diabetes
#aplicativo
#off-topic
#app store
#apps
#ios
#apple watch
#controle
#doença
#acompanhamento
#gadgets
#glicose
#glicemia
#dicas
#software
#apple
#app