Febre amarela, um desafio de saúde pública para grandes cidades

Photo of Febre amarela, um desafio de saúde pública para grandes cidades
Facebook
VKontakte
share_fav

O Estado de São Paulo tenta conter uma onda de pânico instaurada na população diante do aumento do número de casos de febre amarela. O medo da doença levou a uma corrida aos postos de saúde da capital, com longas filas, de dobrar o quarteirão, em busca de vacina de imunização. A procura desenfreada resultou também em desabastecimentos pontuais, episódios de tumulto e até em brigas com funcionários da saúde. No balanço mais recente, divulgado pelo Ministério da Saúde, foram confirmados 130 casos de febre amarela no país entre julho de 2017 e 23 de janeiro deste ano, sendo 61 no Estado de São Paulo, onde foram confirmadas 21 óbitos pela doença. Em Minas Gerais o número de mortos pela doença chega a 24, no Rio de Janeiro são 7 e no Distrito Federal foi confirmado um óbito durante este período. Os dados são muito mais altos do que o país registrou nos últimos anos.

ver El País
#política sanitária
#saúde pública
#doenças
#estado são paulo
#medicina
#doenças infecciosas
#enfermedades víricas
#saúde
#américa