Gol de Balbuena gera cobrança do São Paulo sobre arbitragem

Photo of Gol de Balbuena gera cobrança do São Paulo sobre arbitragem
Facebook
VKontakte
share_fav

Tanto os jogadores quanto o técnico Dorival Júnior reconheceram a falta de atenção do São Paulo no primeiro gol do Corinthians no Majestoso desse sábado, logo a um minuto de jogo. Mas, o que mais gerou revolta entre os tricolores foi o tento anotado por Balbuena no Pacaembu, que acabou sendo crucial para o triunfo alvinegro nesta quarta rodada do Campeonato Paulista por 2 a 1.

A reclamação se baseia na atitude de Kazim de tentar bloquear a passagem dos jogadores adversários nas jogadas de bola parada. Para o São Paulo, foi dessa maneira que Balbuena encontrou liberdade dentro da área são-paulina para marcar o segundo gol do Corinthians no clássico.

“Eu estava aborrecido em relação às ‘paredes’ que o Kazim estava fazendo, travando o início de corrida de todos os zagueiros. Avisei o quarto árbitro, avisei o árbitro sobre o que vinha acontecendo. Aquilo realmente estava desagradando. Se pode ser feito, então, pode ser feito para os dois lados. São situações inibidas pela arbitragem, principalmente no Campeonato Brasileiro”, cobrou Dorival Júnior em entrevista coletiva.

“Pontuamos (a arbitragem) depois do primeiro escanteio, ela (a jogada) se repetiu nas demais e acabou acontecendo no lance do gol. É uma jogada que não pode acontecer, não é correta. Se pode para um, pode para todo mundo. Então, libera geral. Mas, avisem. Porque isso existe na maioria dos jogos e não costuma valer”, esbravejou o treinador tricolor, em discurso compartilhado pelo seu capitão, Petros.

“Esse bloqueio é uma jogada treinada e o centro de inteligência do São Paulo passa isso para a gente. Eles (Corinthians) fazem um bloqueio para sair o zagueiro livre. Só que o bloqueio é falta. A gente avisou (a arbitragem), um, duas três vezes, até que saiu o gol. E aí gol feio dificilmente alguém marca falta”, opinou o volante.

De qualquer forma, Dorival Júnior gostou do que viu. Obviamente chateado pelo revés, o técnico fez questão de valorizar o desempenho da sua equipe e os pontos positivos apresentados no Majestoso. Para Dorival, o São Paulo não mereceu perder o clássico.

“Nós tivemos umas dificuldades iniciais. Depois, não mais. O time se posicionou, corrigimos, observamos o Petros um pouco adiantado e os dois volantes trabalhando nesse intervalo que estava existindo, um campo muito grande para o Jucilei neutralizar. Quando corrigimos isso, a equipe melhorou. No segundo tempo não tivemos um problema sequer. O São Paulo foi para cima, tentou o gol, criou oportunidades, trabalhou pelos lados, uma equipe muito bem armada, montada…”, analisou.

Foi um bom jogo, que satisfez pelo espetáculo proporcionado. O São Paulo sai com uma derrota, onde reconhecemos que o Corinthians fez por merecer, mas o São Paulo não merecia jamais essa derrota, pela forma como aconteceu. Vejo um crescimento muito bom em todos os aspectos contra uma das, senão a melhor, equipe do brasil”, concluiu Dorival Júnior.

Em situação delicada no Campeonato Paulista, com a possibilidade de cair da liderança para a lanterna do grupo B, o São Paulo volta a campo pelo Estadual no sábado, quando recebe o Botafogo-SP no Morumbi, às 17 horas. Antes, na quarta, às 21h45, o Tricolor enfrenta o Madureira em Londrina pela estreia na Copa do Brasil.

O post Gol de Balbuena gera cobrança do São Paulo sobre arbitragem apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva
#arbitragem
#dorival
#majestoso
#reclamação
#cobrança
#são paulo
#clássico
#campeonato paulista