Febre amarela desata caça bárbara contra macacos no Rio

Photo of Febre amarela desata caça bárbara contra macacos no Rio
Facebook
VKontakte
share_fav

O medo de contágio de febre amarela no Rio tem revelado uma face bárbara de alguns dos seus moradores. Em paralelo à confirmação de oito mortes pelo vírus no Estado, dezenas de macacos –vítimas como os humanos da doença– vêm sendo massacrados. Há famílias inteiras de primatas mortas. Em 22 anos de carreira como médica veterinária, Márcia Rolim nunca tinha visto nada igual. “Nunca vi uma matança tão grande contra uma espécie. Estamos todos indignados com o que estamos presenciando. De vez em quando nós temos casos de maus tratos, mas nunca nessa proporção e nem com a crueldade das lesões que estou vendo”, lamenta Rolim, também subsecretária municipal de Vigilância Sanitária no Rio.

ver El País
#doenças
#fauna
#espécies
#medicina
#estado rio de janeiro
#problemas ambientais
#doenças infecciosas
#meio ambiente
#animais
#enfermedades víricas
#saúde
#américa
#doenças florestais