Cotação do dólar “tende a normalizar”, diz Meirelles

Photo of Cotação do dólar “tende a normalizar”, diz Meirelles
Facebook
VKontakte
share_fav

São Paulo – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quinta-feira que declarações sobre o comportamento do dólar influenciam o comportamento da moeda por um período curto de tempo e minimizou o impacto de um real mais forte para as exportações e, por consequência, para o crescimento da economia brasileira.

A cotação atual “não é problemática”, disse Meirelles em entrevista à TV Bloomberg, acrescentando que o Brasil não fixa “níveis para considerar como problemáticos” para a taxa de câmbio.

Meirelles foi indagado sobre a avaliação feita pelo secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steve Mnuchin, que destacou na véspera os benefícios de um dólar fraco. Declarações como essa, afirmou o ministro, “influenciam a moeda, mas por um período curto”.

“Eu não acho que apenas declarações deixarão a moeda em algum patamar. Isso tende a normalizar”, afirmou. “O que vai influenciar o dólar no fim do dia são os fundamentos.”

O fortalecimento do real “é um elemento importante, mas não o único” ao se avaliar as perspectivas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), de acordo com Meirelles.

“O bom é que o consumo está crescendo e a economia brasileira é dirigida principalmente pelo mercado doméstico”, afirmou.

O ministro afirmou ainda que há uma maior compreensão no Congresso Nacional sobre os impactos da proposta de reforma da Previdência que o governo pretende aprovar em primeiro turno na Câmara dos Deputados no dia 19 de fevereiro.

“Nossas chances são muito melhores agora”, destacou.

ver EXAME
#câmbio
#dólar
#davos
#henrique meirelles
#fórum econômico mundial