Sete anos de frustração desde a eclosão da Primavera Árabe

Photo of Sete anos de frustração desde a eclosão da Primavera Árabe
Facebook
VKontakte
share_fav

Sete anos depois da eclosão de uma onda revolucionária no mundo árabe, apenas a Tunísia consolidou seu processo democrático no norte da África e Oriente Médio. Foi justamente no menor país do Magreb que teve início a insurreição regional que ficou conhecida como Primavera Árabe. O estopim foi o ato desesperado de um jovem vendedor de frutas que ateou fogo ao próprio corpo em protesto contra a opressão. A autoimolação de Mohamed Buazizi, que havia tido seu carrinho e suas mercadorias confiscadas pela polícia em 17 de dezembro de 2010 na localidade de Sidi Buzid, desencadeou uma revolta popular que forçou o ditador Zin el Abidin Ben Ali a fugir do país. Foi a primeira de uma série de revoluções que varreria uma dúzia de nações nos meses seguintes, mas todas as demais continuam sendo autocracias mais ou menos rígidas, como o Egito, ou se transformaram em Estados falidos, caso do Iêmen e Líbia, ou viraram sangrentos campos de batalha, o caso da Síria.

ver El País
#marrocos
#ásia
#terrorismo islâmico
#oriente médio
#jihadismo
#áfrica
#líbia
#primavera árabe
#tunísia
#revoluções
#magrebe
#jordânia
#barém
#argélia
#terrorismo
#síria
#iêmen