Android Things Developer Preview 6 é lançado

Photo of Android Things Developer Preview 6 é lançado
Facebook
VKontakte
share_fav

Artigo de Wayne Piekarski, publicado originalmente pelo Android Developers Blog. A tradução foi feita pela Redação iMasters com autorização.

***

A próxima versão do Android Things Developer Preview 6 (DP6) foi lançada no final de novembro com muitos recursos novos e correções de bugs. O Android Things é a plataforma do Google que permite que os desenvolvedores Android criem dispositivos de Internet das Coisas (IoT) com suporte para aplicativos poderosos, como processamento de vídeo e áudio e machine learning on-board com TensorFlow. Para os detalhes sobre as novidades, visite as release notes. Aqui estão alguns dos destaques do DP6.

IoT launcher

O DP6 inclui um novo IoT launcher que permite ao usuário ver o estado atual do dispositivo e alterar as configurações utilizando uma tela sensível ao toque ou dispositivos de entrada USB. Especificações como a configuração do Wi-Fi, encontrar o ID da build e verificar atualizações são coisas que agora podem ser feitas de forma interativa, tornando ainda mais fácil começar. Esse launcher está visível quando nenhuma outra Activity IOT_LAUNCHER fornecida pelo desenvolvedor está presente.

Padrões de aceleração de gráficos

O Android Things usa a biblioteca open source SwiftShader, uma implementação baseada em CPU da API OpenGL ES. Isso permite suporte comum OpenGL em todas as plataformas, mesmo aquelas sem hardware GPU.

No entanto, muitas interfaces de usuário 2D simples renderizam mais rápido se o desenho for feito diretamente no framebuffer e a emulação do OpenGL não for usada. No DP6, a renderização do OpenGL está desativada por padrão para garantir que a maioria dos aplicativos seja executada com a UI mais rápida possível. Se você precisar de suporte OpenGL para renderização 3D, WebView ou TextureView, habilite-o explicitamente no seu AndroidManifest.xml de acordo com a documentação:


API 27 e Google Play Services

O DP6 agora é baseado no último developer preview do Android 8.1, com API no nível 27. A maioria das amostras padrão do Android agora funciona no DP6. Por exemplo, a amostra Camera2Basic usando a API Camera2 e o TextureView agora funcionam em dispositivos baseados em NXP e Raspberry Pi (com o sinalizador de hardwareAccelerated definido como verdadeiro). O Google Play Services foi atualizado para suportar a versão 11.6 do SDK, suportando todos os recursos mais recentes.

Linha de comando e ferramenta de flashing

Nós ouvimos dos desenvolvedores que configurar e fazer flashing em uma placa usando fastboot pode ser tedioso, então o Android Things Console agora traz uma nova e mais simples maneira de fazer flashing das imagens do dispositivo. Em vez de usar comandos de fastboot e adb manualmente, agora é fornecido um novo android-things-setup-utility interativo. Essa ferramenta torna muito mais fácil começar com o Android Things, e automatiza o processo de download e flashing.

Updates do Android Things Console

O DP6 apresenta o novo esquema de partição que será usado na próxima versão de produção. Devido ao novo layout da partição, o sistema de atualização over-the-air (OTA) não pode atualizar dispositivos DP5.1 existentes ou anteriores. Os desenvolvedores terão que ir ao Android Things Console, e baixar e fazer flash de uma nova compilação DP6. O Console UI também foi alterado para recursos DP6 e só permitirá que você crie novas versões baseadas no DP6. Se você tiver builds anteriores existentes, elas ainda estarão disponíveis para download, mas não suportarão as atualizações OTA. Os desenvolvedores são encorajados a mover todo o trabalho para o DP6.

Nomeação pin GPIO

O launcher IoT interativo mostrado na inicialização agora inclui uma seção de pinout I/O onde você pode descobrir os rótulos de todos os pins. A nomeação de pins usada pelo i.MX7 foi alterada, e você deve atualizar seu código para usar essa nova convenção de nomenclatura. Consulte a documentação do i.MX7 para obter a lista completa dos nomes dos pins.

Configurações e APIs de atualizações de dispositivos

Novas APIs foram adicionadas ao Android Things que controlam a configuração do dispositivo local e os updates do dispositivo. O UpdateManager oferece aos desenvolvedores controle sobre quando atualizações e reinicializações podem ser realizadas, garantindo que o dispositivo esteja disponível para o usuário quando necessário. O DeviceManager controla a reinicialização de fábrica, a reinicialização e as localidades do dispositivo. As APIs também são fornecidas para configurações, como ScreenManager para controlar a tela, e TimeManager para controlar o horário e o fuso horário.

Ferramenta de linha de comando Peripheral

Agora fornecemos uma ferramenta de linha de comando pio que oferece aos desenvolvedores acesso à API Peripheral através do adb shell adb. Os desenvolvedores podem testar interativamente GPIO, PWM, UART, I2C, SPI e futuras interfaces a partir de um adb shell, que é útil para depuração e testes automatizados.

Feedback

O DP6 inclui mudanças significativas e melhorias na plataforma. Por favor, envie-nos o seu feedback preenchendo relatórios de erros e solicitações de recursos, além de fazer perguntas no Stack Overflow. Para começar a usar o DP6, use o Android Things Console para baixar imagens do sistema e fazer flash dos dispositivos existentes, ou use o android-things-setup-utility.

Mais informações sobre as mudanças estão disponíveis nas release notes. Você também pode se juntar à Comunidade de desenvolvedores IoT do Google no Google+, um ótimo recurso para obter atualizações e discutir ideias.

Além disso, temos nossa nova comunidade hackster.io, na qual todos podem compartilhar os projetos incríveis que eles criaram. Estamos ansiosos para ver o que você constrói com o Android Things!

***

Este artigo é do Android Developers Blog. Ele foi escrito por Wayne Piekarski. A tradução foi feita pela Redação iMasters com autorização. Você pode acessar o original em: https://android-developers.googleblog.com/2017/11/android-things-developer-preview-6.html

ver iMasters
#android
#iot
#android things
#tensorflow
#developer preview
#desenvolvimento