Mapas da Apple: cinco novos países recebem recurso da guia de faixas e mais aeroportos estão totalmente mapeados

Photo of Mapas da Apple: cinco novos países recebem recurso da guia de faixas e mais aeroportos estão totalmente mapeados
Facebook
VKontakte
share_fav
Recurso de Guia de Faixa dos Mapas da Apple

Vez por outra, quando estou cobrindo essas expansões dos Mapas da Apple, eu gosto de repetir um clichê que parece ser pronunciado à exaustão lá na sala do Apple Park dedicada ao desenvolvimento do aplicativo: devagar e sempre. É provável que os engenheiros tenham desistido de qualquer ambição de se equiparar ao Google Maps e se contentado em continuar trabalhando aos poucos, fazendo as coisas bonitinhas em meio a um cafezinho ou outro. Nem tudo na vida é ser o número um, afinal.

Mas divago: o fato é que os Mapas da Maçã estão com mais algumas novidades, e a primeira delas é a expansão do recurso de guia de faixas, introduzido no iOS 11 e com suporte inicial apenas aos Estados Unidos e à China. Agora, usuários do serviço da Apple na Alemanha, na Austrália, no Canadá, na França e no Reino Unido também poderão usufruir da ferramenta, que coloca uma representação visual das faixas na pista em que você está dirigindo e indica qual você deve pegar para fazer a próxima manobra — recurso particularmente útil em rodovias e avenidas muito largas.

Recurso de Guia de Faixa dos Mapas da Apple

Além disso, dentro da iniciativa da Apple de apresentar esquemas internos de grandes edificações de interesse público, mais alguns aeroportos ao redor do mundo estão agora totalmente mapeados nos Mapas da empresa. Dentre eles, temos os de Schönefeld e Tegel, em Berlim, o Heathrow e o Gatwick, em Londres, o Schiphol, em Amsterdã, e o aeroporto de Genebra — todos, agora, completamente registrados com terminais, lojas, restaurantes, áreas de embarque, desembarque e segurança, esteiras de bagagem e banheiros.

Van da Apple

Van utilizada pela Apple para coleta de dados pro Mapas

Por fim, uma novidade que não representa a adição imediata de recursos no serviço, e sim um prospecto. De acordo com esta página oficial da Apple, os carros de serviço dos Mapas da Maçã estão começando a rodar em Portugal e na Croácia, dois países onde as rodas de Cupertino nunca tocaram o solo. Esse é um processo que a empresa utiliza para coletar dados que possibilitem uma melhoria do serviço, mas, ainda que os carros contem com um equipamento de câmeras no seu teto, ainda não há sinal de a Apple lançar num futuro próximo um concorrente do Google Street View — ainda assim, a empresa deixa claro que irá “embaçar rostos e placas de carro nas imagens coletadas antes da publicação”, ou seja, algo pode estar vindo por aí.

Como de costume, a lista completa dos recursos dos Mapas da Apple e as localidades em que cada um deles está disponível pode ser lida aqui.

via MacRumors: 1, 2; AppleInsider

ver Mac Magazine
#canadá
#recurso
#mapas
#holanda
#aeroporto
#reino unido
#frança
#adição