Apple explica que pequenas “falhas” temporárias na tela do iPhone X são características da tecnologia OLED

Photo of Apple explica que pequenas “falhas” temporárias na tela do iPhone X são características da tecnologia OLED
Facebook
VKontakte
share_fav
Detalhe da tela e dos cantos curvos do iPhone X

Quando você começa a usar ou trabalhar com um paradigma totalmente novo, é normal que tenha alguma dificuldade em se adaptar às suas vicissitudes. É exatamente o caso da Apple com a tecnologia OLED: depois de décadas trabalhando exclusivamente com telas LCD, a empresa adotou o novo padrão no novíssimo iPhone X e, até agora, tem recebido elogios pela decisão — principalmente pelo fato de ter escolhido os elogiados painéis da Samsung em vez de fazer uma parceria com a LG e suas telas notoriamente problemáticas.

Entretanto, como eu disse acima, qualquer novidade trará também sua parcela de dificuldades de adaptação. Por isso, a Apple criou uma página especial na seção de suporte do seu site, explicando aos felizardos que já conseguiram colocar as mãos no iPhone X as principais diferenças na tela dos seus iPhones e o que eles devem esperar com ela — inclusive pequenos comportamentos “estranhos”, que poderiam ser considerados falhas.

Por exemplo: a Maçã explica que, se você olhar para uma tela OLED como a do iPhone X num ângulo levemente oblíquo, poderá notar pequenas diferenças de cor e tonalidade no conteúdo exibido — segundo a empresa, este é um comportamento normal da tecnologia. Além disso, esse tipo de painel pode apresentar casos temporários de persistência de imagem, o infame burn-in, quando um elemento estático em alto contraste é exibido na tela por muito tempo. A Apple afirma, entretanto, que construiu a tela Super Retina para ser a melhor da indústria no sentido de reduzir estes efeitos indesejáveis.

Por fim, a empresa dá algumas dicas para os donos do iPhone X minimizarem os efeitos do OLED e estenderem a vida útil do painel. Os conselhos incluem atualizar o aparelho sempre para a mais recente versão do iOS, usar o recurso de brilho automático, configurar um período curto de tempo para que o dispositivo desligue a tela em inatividade e evitar que imagens estáticas fiquem em exposição na tela por longos períodos, especialmente em brilho máximo.

É salutar ter isso em mente — afinal, é sempre bom cuidar o máximo possível do seu aparelho de 7 mil reais, não é verdade?

via iClarified

ver Mac Magazine
#tela
#oled
#eletrônicos
#painel
#display
#retina
#suporte
#iphone x
#página
#super retina