Ex-presidente da Catalunha diz que prisão de ex-secretários são “golpe contra as eleições”

Photo of Ex-presidente da Catalunha diz que prisão de ex-secretários são “golpe contra as eleições”
Facebook
VKontakte
share_fav

Taxativa reação do autoproclamado presidente legítimo da Generalitat, o governo regional da Catalunha. Depois de ver as imagens de seus ex-secretários sendo levados à prisão em camburões da Guarda Civil, o ex-presidente catalão Carles Puigdemont lançou em Bruxelas duras palavras “contra o Estado espanhol”, acusando-o de “investir com uma fúria descontrolada e ameaçar tudo”. Na mensagem televisiva, transmitida pela emissora pública catalã TV3, Puigdemont exigiu a “libertação imediata” de seus ex-consellers, levados à prisão por decisão da juíza Carmen Lamela, e conclamou “o povo catalão” a combater a ofensiva espanhola com serenidade e sem violência. A detenção do ex-vice-presidente Oriol Junqueras e dos secretários do destituído Governo regional, que se apresentaram para depor na Audiência Nacional, representa “um golpe contra as eleições de 21 de dezembro”, segundo Puigdemont. O pleito foi convocado pelo Governo Central da Espanha após a intervenção a destituição do governo da Catalunha. O Ministério Público espanhol iniciou nesta quinta-feira os trâmites para emitir a ordem internacional de busca e captura contra o líder catalão cassado, que fugiu para Bruxelas na última segunda-feira com o objetivo declarado de internacionalizar seu julgamento e rejeitar qualquer ordem de extradição procedente da Espanha.

ver El País
#mariano rajoy
#generalitat catalunha
#comunidades autónomas
#administração autônoma
#legislação espanhola
#legislación autonómica
#carles puigdemont
#referendo sobre a independência da catalunha 2017
#gobierno autonómico
#constituição espanhola
#dui
#ley referéndum cataluña
#artículo 155
#elecciones catalanas
#referendo