Kevin Spacey se desculpa após ator acusá-lo de assédio sexual

Photo of Kevin Spacey se desculpa após ator acusá-lo de assédio sexual
Facebook
VKontakte
share_fav

Los Angeles – O ator americano Anthony Rapp acusou neste domingo o astro Kevin Spacey de assédio sexual em um incidente que supostamente aconteceu em 1986, quando o primeiro tinha 14 anos de idade.

A denúncia forçou Spacey, vencedor de dois Oscar, a afirmar que não lembra desse incidente, mas, que se aconteceu, devia a Rapp “a mais sincera desculpa”.

“Honestamente, não lembro do fato, que teria ocorrido há mais de 30 anos. Mas se me comportei então da maneira que ele descreveu, eu lhe devo a mais sincera desculpa pelo que foi então um comportamento inapropriado de um bêbado”, disse Spacey.

Os fatos, relatados por Rapp ao portal “Buzzfeed News”, supostamente ocorreram durante uma festa no apartamento de Spacey em Nova York.

Rapp, agora no elenco da série “Star Trek: Discovery”, foi à festa sozinho e era o único adolescente nela. Entediado, foi até o quarto de Spacey e ligou a TV. Quando já não havia mais ninguém na festa, Spacey apareceu, aparentemente alcoolizado.

“Ele me pegou nos braços, como um noivo faz com a noiva. Mas eu, a princípio, não demonstrei meu desconforto porque pensei ‘O que está acontecendo?’. E então ele se deitou em cima de mim”, relatou o ator, hoje com 46 anos.

Spacey, ganhador de um Oscar de melhor ator coadjuvante por “Os Suspeitos” e de outro de melhor ator por “Beleza Americana”, tinha então 26 anos.

Rapp disse não lembrar quanto tempo permaneceu Spacey nessa posição, mas explicou que após alguns segundos conseguiu se desvencilhar.

A reação de Spacey não demorou e o ator publicou um comunicado em seu perfil no Twitter, onde assegurava estar “horrorizado” pela história.

Spacey também comentou que a história o encorajou a lidar com outras coisas de sua vida e falou, pela primeira vez, abertamente sobre sua homossexualidade.

“Como as pessoas mais próximas a mim sabem, já tive relacionamentos com homem e mulheres. Já amei e tive encontros românticos com homens ao longo da vida e escolhi viver agora como um homem gay”, escreveu.

Rapp afirmou que nunca voltou a falar com Spacey após o incidente e que o escândalo relacionado com o produtor Harvey Weinstein, acusado por dezenas de mulheres de assédio e abuso sexual, lhe encorajou a fazer o mesmo e tratar o assunto publicamente.

“Com isto quero lançar luz sobre décadas de comportamentos que continuaram porque muita gente, inclusive eu mesmo, permanecemos em silêncio”, destacou Rapp.


Arquivado em:ESTILO DE VIDA
ver EXAME
#abuso sexual
#cinema
#estilo de vida