Retrato do meu assassino

Photo of Retrato do meu assassino
Facebook
VKontakte
share_fav

Stalin se divertia em sua casa de campo degolando ovelhas ou jogando querosene nos formigueiros e ateando fogo. Kamenev me disse que, em suas visitas de lazer aos sábados a Zubalovka, Stalin caminhava pelo bosque e continuamente se divertia atirando nos animais selvagens e assustando a população local. Tais histórias sobre ele, procedentes de observadores independentes, são numerosas. E, no entanto, não faltam pessoas com esse tipo de tendências sádicas no mundo. Foram necessárias condições históricas especiais antes de que esses instintos obscuros encontrassem uma expressão tão monstruosa”.

ver El País
#literatura
#história contemporânea
#história
#livros
#centenarios
#aniversários
#cidade méxico
#biografias
#revolução russa
#josef stalin
#león trotski
#eventos
#méxico