Famoso utilitário do macOS, Yoink chega ao iOS como uma prateleira digital baseada em gestos

Facebook
VKontakte
share_fav
Yoink para iOS

O Yoink nasceu há seis anos como um utilitário para Mac que supria uma lacuna muito importante: tornar mais fácil o processo de arrastar arquivos ou outros elementos entre aplicativos em tela cheia ou telas do Mission Control. Com o tempo — e a evolução do próprio sistema operacional desktop da Apple —, o aplicativo foi incorporando outras funções até chegar à sua fase atual, em que apresenta-se como uma ferramenta que oferece um “lugar temporário” para os seus arquivos e conteúdos de aplicativos.

Agora, com o iOS 11 e suas habilidades profundamente aprimoradas do famoso gesto de tocar e arrastar (drag & drop), o Yoink está chegando também ao sistema operacional móvel da Maçã com uma proposta parecida: ser uma espécie de “prateleira virtual”, para que você guarde temporariamente quase qualquer tipo de elemento — arquivos, pedaços de texto, imagens, conteúdos de apps ou mais — apenas arrastando-os para a sua interface.

icon

Yoink - Improved Drag and Drop

de Matthias Gansrigler

Compatível com MacsCompatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple WatchesCompatível com o iMessageCompatível com Apple TV
Versão 1.0 (3.6 MB)
Requer o iOS 11.0 ou superior

USD 2.99 USD 4.99

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Screenshot do app Yoink - Improved Drag and DropScreenshot do app Yoink - Improved Drag and DropScreenshot do app Yoink - Improved Drag and DropScreenshot do app Yoink - Improved Drag and Drop

Como era de se esperar, o Yoink para iOS funciona melhor no iPad, onde o sistema de drag & drop tem amplo suporte. Ele funciona tanto como um aplicativo em Slide Over como no esquema de janelas divididas e aceita praticamente qualquer tipo de elemento, inclusive aqueles da área de transferência ou em múltiplas quantidades — se você arrastar três imagens para o app, por exemplo, ele criará uma pasta com elas para interação posterior. Links salvos no Yoink têm pré-visualização embutida e lugares também podem ser visualizados sem sair do app com uma prévia do Apple Mapas, por exemplo.

No iPhone, os recursos de tocar e arrastar não estão disponíveis, mas o Yoink tem também uma extensão no menu de compartilhamento do sistema — então é possível simplesmente compartilhar o conteúdo desejado com o app para a mesma funcionalidade. O recurso que capta elementos da área de transferência também está presente no smartphone.

O Yoink ainda não está disponível em português (no momento são apenas seis idiomas, incluindo inglês e alemão), mas tem uma interface simples e intuitiva; ou seja, a barreira da língua será facilmente superada por qualquer um. Ele, obviamente, requer o iOS 11 ou superior e está disponível na App Store pelo preço promocional de US$3 — normalmente, custará US$5. Vale a pena conferir!

via MacRumors

ver Mac Magazine
#aplicativo
#ios
#ipad
#mac
#virtual
#yoink
#tocar
#ios 11
#gadgets
#dicas
#estante
#prateleira