A repentina demissão de Emily Lima, primeira mulher a comandar a seleção feminina de futebol

Photo of A repentina demissão de Emily Lima, primeira mulher a comandar a seleção feminina de futebol
Facebook
VKontakte
share_fav

Durou apenas 10 meses a trajetória de Emily Lima à frente da seleção feminina de futebol. Nesta sexta-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) demitiu a treinadora do cargo que havia assumido em novembro do ano passado. Em 13 jogos, Emily somou sete vitórias – conquistadas em suas primeiras sete partidas –, um empate e cinco derrotas. Os tropeços nos últimos compromissos da seleção, diante de adversárias mais fortes, como Alemanha, Estados Unidos e Austrália, que chegou a golear o Brasil por 6 a 1, foram determinantes para a demissão.

ver El País
#futebol feminino
#seleções esportivas
#emily lima
#cbf
#esporte feminino
#seleção brasileira
#seleção brasileira feminina futebol