Jovens no banco dos réus por portarem vinagre e roupas pretas para um protesto

Photo of Jovens no banco dos réus por portarem vinagre e roupas pretas para um protesto
Facebook
VKontakte
share_fav

Advogado de um dos réus, Thiago Rocchetti diz que a presença de um infiltrado no grupo não é o que mais causa estranheza nesta história, que é "toda estranha". "A polícia pode ter um agente infiltrado, isso não é nenhum absurdo”, explica, embora a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo não tenha admitido até hoje que houve uma operação em parceria com o Exército naquele dia. Já o Exército afirmou que houve sim uma atuação em conjunto. No meio das contradições, o que causa estranheza ao advogado é o fato de o capitão Botelho ter desaparecido do processo. “O estranho neste processo é que esse infiltrado não se revelou", diz. "Até hoje não existe um relato dele, uma oitiva dele".

ver El País
#estado são paulo
#defesa
#forças armadas
#polícia militar
#são paulo