'Rick and Morty' é tão inteligente quanto seus fãs acham?

Photo of 'Rick and Morty' é tão inteligente quanto seus fãs acham?
Facebook
VKontakte
share_fav

Esta matéria foi originalmente publicada na VICE UK .

Rick and Morty é uma série muito engraçada e apreciada por todo tipo de pessoa. Infelizmente, para a maioria, uma porção da fanbase do programa está fazendo o melhor que pode para queimar o filme de todo mundo, o tipo de pseudointelectual que entra no diagrama de Venn entre o pessoal do GamerGate, gente que frequenta exposição de vaping e quem lê Nietzsche no metrô.

Passe por discussões no Reddit, Facebook e Twitter e você vai achar uma galerinha que acredita que a) gostar de uma série com alguns temas científicos e filosóficos te torna mais inteligente que a média dos telespectadores, ou b) os final bosses: gente que acredita que a maioria dos fãs de Rick and Morty não conseguem apreciar o programa tanto quanto eles, porque não conseguem entender as nuances das referências científicas e filosóficas feitas nos episódios.

Então, para descobrir se esses fãs são realmente tão inteligentes quanto acham, ou se você precisa mesmo de um bom entendimento de ciência e filosofia para gostar da série, falei com alguns espectadores que são especialistas em campos relevantes.

Dr. Pragya Agarwal – Cientista

VICE: Oi, Dr. Agarwal. O que você acha de Rick and Morty?
Dr. Pragya Agarwal: Não sou um grande fã, mas talvez também não seja o nicho de audiência do programa, e não acompanho religiosamente. Mas é engraçado, e entendo por que tanta gente gosta.

Como cientista, você acha que as pessoas precisam de um nível alto de conhecimento científico para "sacar" a série?
Não, não acho que as pessoas precisam de um alto conhecimento científico. A série tem muitas camadas, então para uma pessoa não-científica ela foi pensada para ser engraçada, e emprega muito mais referências à ficção científica do que seria familiar para qualquer pessoa. Por outro lado, um cientista poderia apreciar algum humor e as referências científicas no contexto mais amplo das piadas, apesar da maioria das ideias serem levadas ao extremo e completamente inventadas.

Então você não precisa ser um gênio para entender nenhuma das referências científicas da série?
Não, um dos pontos principais da série é acessibilidade. Muitas das ideias científicas são imprecisas, então não são realmente baseadas em ciência.

Mas se eu curtisse ciência, eu aproveitaria mais da série, ou você acha que realmente não importa se você gosta de ciência ou não?
Bom, há referências científicas específicas, como buracos de minhoca e a teoria de Schrodinger, e muitas piadas são baseadas em teorias reais, mas levadas ao extremo, então sim, talvez um pouco. Mas as piadas geralmente são engraçadas em si, então todo mundo pode se divertir, mesmo quem não está familiarizado com as teorias por trás delas.

Obrigado.

Peg O Connor – Filósofa

Oi, Peg. O que você acha de modo geral do desenho Rick and Morty?
Peg o Connor: Tenho uma resposta mista a Rick and Morty. Por um lado, adoro ver questões sobre filosofia e física no centro de uma série. Se as questões da série — como "Há algum significado e valor neste mundo?" ou "Nosso mundo é apenas um entre muitos?" — prendem a atenção das pessoas, ótimo.

Mas como mulher e filósofa, vejo comportamentos masculinos que tornaram a filosofia e a física dois dos campos mais dominados pelos homens, com uma longa história de hostilidade contra mulheres. É difícil ignorar isso como telespectadora. O mau e irresponsável comportamento de Rick é bem típico; como homem ele sempre se safa, mas uma mulher seria castigada.

É por isso que a série é tão popular com a comunidade de ciência e filosofia?
A popularidade tem algo a ver com o formato em animação, com certeza. Os Simpsons pode levantar todo tipo de comentário social, moral e econômico por causa de seu formato. Há uma crítica radical em Simpsons; não há uma crítica radical em Rick and Morty, pelos menos nos episódios que assisti.

"Há uma crítica radical em Simpsons; não há uma crítica radical em Rick and Morty"

Mas para homens jovens interessados em ciência e filosofia, eles têm uma série baseada inteiramente neles. Homens e meninos geralmente têm a chance de buscar conhecimento, enfrentar inimigos ou até outras versões de si mesmos, ser heróis e salvar o dia. Então os caras adoram a série. Imagino se mulheres jovens interessadas nessas questões gostam tanto do programa, ou se passam muito tempo tentando se reescrever nas histórias porque precisam deixar seu gênero de lado.

Você acha que só pessoas inteligentes podem entender a série no geral?
Não me sinto confortável dizendo isso, especialmente porque a filosofia e filósofos têm uma reputação — até que merecida — de serem elitista e tornar a filosofia tão abstrata e distante das questões cotidianas que as pessoas se sentem alienadas. O que é péssimo, porque como era praticada originalmente pelos gregos antigos, como Platão e Sócrates, a filosofia era uma atividade voltada para viver uma boa vida. Esse não é o conceito de filosofia mostrado em Rick and Morty, então eu daria boas-vindas a um pouco mais de moral filosófica no mundo deles. Poderia ser uma maneira de abordar a dominância masculina e misoginia presentes na série.

Com certeza, Peg.

Jack Warner – Editor e Roteirista

Oi, Jack. O que você acha de Rick and Morty?
Jack Warner: Eu era um grande fã de Community, uma série de destaque do cocriador Dan Harmon, que como Rick and Morty, tinha uma base de fãs vivendo nas profundezas do Tumblr — e eles se orgulhavam de ter um maior entendimento da série porque compartilhavam teorias e observações. Aí Dan Harmon começou a fazer a série para aquele pequeno público e deu tudo que eles podiam querer... o que significa que a série foi ficando cada vez mais aguada.

David Mitchell conta que trabalhava nos bastidores de um teatro, e que viu esse ator fazer um gesto muito natural que provocou uma grande reação da plateia — então o ator repetia o gesto toda noite, e no final da temporada, ele tinha tornado o gesto tão grande que não era mais engraçado como antes. Acho que é isso que está acontecendo com Rick and Morty.

"Sci-fi é um gênero que pessoas inteligentes acreditam que pertencem a elas."

Você acha que a série exige um conhecimento avançado de escrita de roteiro?
Não. Acho que ajuda ter uma boa noção de referências de cinema sci-fi, mas grande parte do humor vem do cotidiano. Acho que uma boa porção do humor na série se deriva de reconhecer coisas cotidianas e projetá-las num cenário louco de ficção científica. Algumas das maiores risadas vêm quando eles deixam Justin Roiland improvisar no personagem, sem roteiro nenhum. Conheço gente muito idiota que adora a série, e conheço gente inteligente que gosta também. A marca de uma boa série de TV é ter um apelo com vários tipos de pessoas — não só as mesmas de sempre. Mas também acho que sci-fi é um gênero que pessoas inteligentes acreditam que pertencem a elas. Lembro de ouvir os mesmos argumentos sobre Futurama.

Mas é uma série com um bom roteiro no geral?
Acho que é uma série bem escrita. Acho que Dan Harmon e Justin Roiland são mestres em sua profissão e dois caras muito engraçados. Alguns episódios de Rick and Morty são uma aula de como estruturar um episódio de sitcom, e a imaginação deles é mesmo incrível.

Por que você acha que as pessoas ficam tão na defensiva sobre séries de TV?
Acho que a TV é a mídia mais pessoal; é fácil de consumir, você pode assistir na cama e deixar ela te absorver, e se você assiste sozinho, parece que está recebendo uma mensagem especialmente feita para você. Por isso as pessoas se conectam de maneira tão apaixonada quando se trata de televisão. É fácil de consumir e tem um grande impacto, então se você consegue compartilhar isso com alguém, é um laço instantâneo. Ficção científica e desenho para adultos têm um apelo mais de nicho, e a internet permitiu que os fãs se encontrassem mais rápido, e quando você está fora do mainstream, você se agarra a toda conexão que encontra. Você vê isso em como homens mais velhos se conectaram no Twitter por causa do Brexit – décadas atrás eles seriam só uns caras reclamando num pub, mas agora eles acharam um meio de se conectar uns com os outros. É o mesmo com as comunidades de fãs: é legal ter o que parece ser um gosto subversivo aprovado.

Obrigado, Jack.

@williamwasteman

Siga a VICE Brasil no , Twitter e Instagram.

ver Vice Brasil
#seriado
#roteiro
#desenho
#ficção científica
#sci-fi
#enredo
#piadas